BUSCAR
BUSCAR
Auxílio

Bolsa Família chega a 501 mil de famílias no Rio Grande do Norte em maio 

Valor médio recebido pelos beneficiários no estado é de R$ 673,37
Redação
18/05/2024 | 17:51

Os 501 mil beneficiários do Bolsa Família nos 167 municípios do Rio Grande do Norte começaram a receber os repasses de maio nesta sexta-feira 17. Em 42 municípios, o pagamento será unificado nesta data, uma vez que estão incluídos nas ações de enfrentamento a desastres.

O cronograma de pagamentos é escalonado, de acordo com o final do Número de Identificação Social (NIS), e segue até o fim do mês. O valor médio do benefício no estado é de R$ 673,37, a partir de um investimento de mais de R$ 337,3 milhões do Governo Federal. 

Bolsa Família Ok
Cronograma de pagamentos segue até o dia 31. Foto: Jefferson Rudy / Agência Brasil

Dentro dos valores adicionais previstos no Novo Bolsa Família, o Rio Grande do Norte tem 187 mil crianças de zero a seis anos contempladas com o Benefício Primeira Infância, que representa um adicional de R$ 150 a cada criança dessa faixa etária na composição familiar. O investimento federal para atender este público supera os R$ 26,8 milhões.

Outros benefícios complementares, todos no valor adicional de R$ 50, chegam a 328 mil crianças e adolescentes de sete a 18 anos, 17 mil gestantes e 8,4 mil nutrizes no estado. Somados, os pagamentos deste benefício superam o valor de R$ 16,6 milhões. 

A capital, Natal, é a cidade com maior número de famílias contempladas pelo Bolsa Família no Rio Grande do Norte em maio. São mais de 80 mil. Na sequência dos cinco municípios com maior número de beneficiários aparecem Mossoró (32,6 mil), Parnamirim (23,2), São Gonçalo do Amarante (17,5 mil) e Macaíba (13,9 mil). 

Pureza, cidade de 9,3 mil habitantes com 1,7 mil famílias beneficiárias pelo Bolsa Família, é o município com maior valor médio registrado neste mês: R$ 704,67. Na sequência aparecem Ceará-Mirim (R$ 704,62), Nísia Floresta (R$ 704,27), Rio do Fogo (R$ 700,64) e Lagoa de Velhos (R$ 699,77).

NACIONAL — Em âmbito nacional, são 20,8 milhões de beneficiários nos 5.570 municípios brasileiros. O valor médio de repasse é de R$ 682,32, a partir de um investimento de R$ 14,1 bilhões do Governo Federal. 

REGIÕES — No recorte por unidades da Federação, a região Nordeste reúne o maior número de contemplados pelo Bolsa Família em maio de 2024. São 9,4 milhões de beneficiários, a partir de um investimento de R$ 6,3 bilhões. Na sequência aparece a região Sudeste (6,1 milhões de famílias e R$ 4,1 bilhões em repasses), seguida por Norte (2,5 milhões de famílias), Sul (1,46 milhão de beneficiários) e Centro-Oeste (1,1 milhão de contemplados). 

ESTADOS — Na divisão por unidades federativas, o maior número de contemplados em maio está em São Paulo. São 2,5 milhões de famílias beneficiárias no estado, a partir de um aporte federal de R$ 1,7 bilhão. A Bahia aparece na sequência, com 2,4 milhões de contemplados. Em outros seis estados há mais de um milhão de integrantes do programa: Rio de Janeiro (1,7 milhão), Minas Gerais (1,6 milhão), Pernambuco (1,58 milhão), Ceará (1,46 milhão), Pará (1,34 milhão) e Maranhão (1,2 milhão).

VALOR MÉDIO — Roraima é o estado com maior valor médio de repasse para os beneficiários: R$ 756,49. O Amazonas, com R$ 742,84, e o Acre (R$ 735) completam a lista das três maiores médias. Quando o recorte leva em conta os 5.570 municípios brasileiros, o maior valor médio de repasse está em Uiramutã (RR), com R$ 1.055. Na sequência estão Campinápolis (MT), com R$ 942, e Jordão (AC). 

PERFIL — Como costuma ocorrer no programa de transferência de renda do Governo Federal, 83,6% dos responsáveis familiares são mulheres: 17,3 milhões. Na folha de pagamento de maio, 910 mil pessoas pertencem a públicos prioritários, em razão de estarem em situação de maior vulnerabilidade. São 221 mil famílias com pessoas indígenas, 248 mil com quilombolas, 369 mil com catadores de material reciclável e 215 mil com pessoas em situação de rua.

Brasil colherá 297,5 milhões de toneladas de grãos, estima a Conab
Colheita de arroz antes das enchentes evitou maiores problemas
13/06/2024 às 14:50
Prefeitura de Ceará-Mirim antecipa pagamento de parcela do 13°
Pagamento corresponde a 40% dos salários que pela legislação, poderiam ser depositados até 30 de novembro
13/06/2024 às 10:30
Supremo decide que FGTS deve garantir correção pelo IPCA
Proposta não será aplicada a valores retroativos
12/06/2024 às 18:41
Dólar bate R$ 5,43 após Lula criticar mercado e desgaste gerado por MP
Dólar tem maior cotação desde dezembro de 2022
12/06/2024 às 16:37
Câmara aprova e “taxa das blusinhas” agora espera sanção de Lula
Projeto do Mover foi alterado no Senado Federal, e proposta voltou para ser analisada na Câmara dos Deputados. Agora aguarda sanção
11/06/2024 às 21:47
BC planeja pagamento com Pix por aproximação com Google e Apple Pay, diz Campos Neto
Ele também defendeu o diálogo entre países para que se avance em uma integração global de sistemas de pagamento instantâneo
11/06/2024 às 18:16
Haddad proporá a Lula mudanças no formato de pisos de Saúde e Educação
Ministro assegurou que limites de crescimento real não trarão perdas
11/06/2024 às 17:07
MPRN, MPCe TCE se reúnem para debater fiscalização ao orçamento sanitário estadual
Encontro teve como objetivo fortalecer parceria entre as instituições para ampliar e qualificar a proteção e a defesa do direito social à saúde
11/06/2024 às 16:41
Governo anula leilão de arroz importado após indícios de irregularidades
Segundo Edegar Pretto, da Conab, um novo leilão será realizado, para contratar empresas 'com capacidade técnica e financeira'
11/06/2024 às 14:23
Sesc RN anuncia editais de fomento à cultura com investimento de mais de R$ 500 mil
Oportunidades são para as áreas de Audiovisual, Intervenção Urbana (Arte Grafite) e Galeria Sesc (Artes Visuais e Mediação).
07/06/2024 às 18:27
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.