BUSCAR
BUSCAR
Paixão
Bebê nasce empelicado e faz alegria de pai fanático por futebol: ‘nasceu dentro da bola’
Noah Gabriel veio à luz dentro do saco amniótico
Diário do Nordeste
17/09/2021 | 14:08

O pequeno Noah Gabriel veio à luz no último dia 1º de setembro, em Cabo Frio (RJ). Apesar de ter nascido saudável, o parto surpreendeu a equipe responsável e os pais : o bebê nasceu empelicado, ainda dentro do saco amniótico. A surpresa, inclusive, foi motivo de brincadeira pelo obstetra com o pai do menino, fanático por futebol — o filho nasceu “dentro da bola“. As informações são da revista Crescer.

As fotos do parto foram feitas pela fotógrafa Tatiana Peixoto Antonucci Simões, especializada no registro de gestantes e partos. Embora fotografar partos já seja tarefa conhecida — ela já captou 139 —, esse é o sétimo caso visto por suas lentes.

“É sempre muito lindo presenciar um nascimento empelicado. Ver frente a frente (e poder fotografar) como o bebê fica dentro da barriga para mim é incrível!”, disse para o portal de notícias.

Tatiana ficou muito empolgada com o resultado das imagens. “E Noah ainda fez biquinho! Aí mesmo que eu pirei”, ressalta aos risos antes de revelar uma coincidência especial: Já fotografei dois “Gabriel” de parto empelicado, acredita? E esse é o nome do meu menino! Aí fica mais especial ainda”, relatou a mãe do garoto, dois anos, e de Alice, quatro.

Bebê Noah Gabriel ainda em saco amniótico
Legenda: Criança entusiasmou fotógrafa durante os registros Foto: Tatiana Peixoto Antonucci Simões

A mãe de Noah Gabriel, a subgerente Raíza Gomes de Souza Santos, 24, contou que ela e o marido, Lucas de Souza Silva de Oliveira, planejavam engravidar no meio deste ano. Contudo, em março de 2020, ela descobriu alguns cistos nas mamas e parou de tomar anticoncepcional durante o tratamento passado pelo ginecologista, o que motivou uma surpresa.

“Foi um mix de sentimentos, de muita felicidade e de medo por não conseguir amamentar. Mas, na primeira consulta já saí aliviada, porque ao ver os ultrassons, o médico me disse que seria possível amamentar”, relatou ela, que, apesar de ter tido muitas cólicas, teve uma gravidez tranquila.

Amor pelo futebol

O casal já tinha os nomes Liz e Noah em mente próximo ao chá revelação do bebê. Entretanto, o amor do pai falou alto e um reforço entrou no time de opções. “O meu esposo cismou que teria que ser Gabriel [referência a Gabigol, jogador do Flamengo] enquanto estava assistindo ao jogo”, diz a subgerente, pontuando uma negociação com o marido.

“Com muita luta, entramos em um acordo para Noah Gabriel, pois ele é apaixonado pelo Flamengo, a ponto de o casamento cair na data que teria jogo e, durante o casamento, o meu sogro ficar transmitindo a partida para ele”.

No dia do parto de Noah Gabriel, o pai decidiu se portar seguindo o costume de fã: foi com uma camisa do Rubro-Negro, mas torcendo por algo diferente. Conforme a fotógrafa, ela havia registrado, pouco tempo antes, o nascimento de um bebê fazendo pose com os braços da mesma forma que o atleta faz ao comemorar um gol. “Lucas disse que torcia para que Noah nascesse assim também”, relembrou.

Pais de Noah Gabriel antes do parto
Legenda: Pai de Noah Gabriel, Lucas foi vestido com camisa do Flamengo Foto: Tatiana Peixoto Antonucci Simões
Noah Gabriel enrolado em manta ao lado da mãe Raíza
Legenda: A experiência de Tatiana como mãe ajudou Raíza a ficar tranquila durante parto Foto: Tatiana Peixoto Antonucci Simões

O que é parto empelicado

Conforme a publicação, o saco amniótico, também conhecido como bolsa, costuma se romper no trabalho de parto, pouco após a muler sentir as primeiras contrações. No entanto, em casos raros — estima-se que isso ocorra em um a cada 80 mil nascimentos — , esse processo não acontece, e o bebê nasce envolvo pela membrana, fina e resistente.

Na bolsa, o bebê fica imerso em líquido amniótico durante os nove meses de gestação. Embora não haja uma explicação para a ocorrência, médicos afirmam que tal parto não traz riscos nem à mãe, nem ao bebê, muito pelo contrário: a criança fica protegida de contrações muito fortes do útero, o que diminui o risco de traumas.

Tais partos podem ocorrer inclusive em cesáreas, sendo desejados pelos profissionais de saúde quando a mãe tem alguma doença infecciosa — a bolsa impede o contato direto do bebê com o sangue materno.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.