BUSCAR
BUSCAR
EUA
Barack Obama fará a primeiro aparição presencial para Joe Biden
Obama já ajudou a campanha de Biden com a adaptação à mudança para eventos virtuais, concentrando grande parte de seu trabalho em fazer com que os americanos mais jovens votem. Comício segue o modelo drive-in
Estadão
21/10/2020 | 12:50

O ex-presidente Barack Obama retorna à Filadélfia na quarta-feira, 21, para sua primeira aparição presencial em evento de campanha para o candidato democrata para a Casa Branca, Joe Biden. Em 2016, o homem conhecido como um dos oradores mais fortes do Partido Democrata fez a apresentação final de Hillary Clinton no mesmo lugar – em um comício para milhares na noite anterior ao dia da eleição no Independence Mall.

Agora, com a campanha em meio a uma ascendente da pandemia do coronavírus, Obama falará para uma multidão muito menor em um comício drive-in, onde os apoiadores o ouvirão pelo rádio dentro de seus carros.

O formato reflete o desafio que os democratas enfrentam para aumentar o entusiasmo e obter a votação em um ano em que evitaram grandes comícios em favor de pequenos eventos socialmente distantes, traçando um contraste com o presidente Donald Trump e os republicanos sobre o coronavírus.

Embora Obama seja geralmente uma das maiores atrações do partido e oradores mais atraentes, esse impacto pode ser reduzido pelo formato. Mas os democratas dizem que, como um dos homens que melhor conhece Biden, tanto como ex-parceiro na Casa Branca quanto pessoalmente, Obama continua sendo um dos maiores ativos do partido na reta final da campanha.

“Especialmente na Filadélfia, ele é a atração final e ainda um grande porta-estandarte para os democratas”, disse o ex-prefeito da Filadélfia Michael Nutter.

A visita de Obama à Filadélfia ressalta a importância da Pensilvânia, o Estado decisivo que o próprio Biden mais visitou nesta campanha. Se Trump perder o Estado, seu caminho para vencer a reeleição se estreitará significativamente.

E Nutter disse que a aparição de Obama na Filadélfia ajudaria a impulsionar a posição da campanha junto aos eleitores que ficaram de fora da última eleição presidencial, bem como aos eleitores nos subúrbios da Filadélfia que apoiaram Obama em 2008 e 2012, mas mudaram para Trump em 2016.

“Acho que ele ajuda a lembrar às pessoas o que está em jogo, o que significa ser presidente, como as coisas poderiam ser”, disse Nutter.

Aparições virtuais

Obama já ajudou a campanha de Biden com a adaptação à mudança para eventos virtuais, concentrando grande parte de seu trabalho em fazer com que os americanos mais jovens votem.

Ele apareceu na Twitch, a plataforma de streaming de videogame, enviou uma mensagem de registro de voto no Snapchat e gravou um vídeo para a Shade Room, uma página do Instagram de propriedade de negros e empresa de mídia com 21 milhões de seguidores.

“O presidente Obama tem aparecido durante a pandemia em plataformas não tradicionais para alcançar eleitores indecisos e mobilizar eleitores mais jovens que não consomem a mídia política ao longo do dia”, disse o ex-secretário de imprensa de Obama, Ben LaBolt. “Ele tem a habilidade singular de credenciar como o vice-presidente Biden abordaria o trabalho no Salão Oval.”

Obama apareceu em dois podcasts veiculados por alguns de seus ex-assessores e emprestou seu nome a textos e e-mails encorajando seus apoiadores a se registrar para votar e doar dinheiro para a campanha.

Ele também atraiu muito dinheiro para a campanha – apareceu em dois eventos virtuais de arrecadação de fundos com a senadora Kamala Harris neste mês e em alguns outros antes disso. Um arrecadador de fundos virtual de base, Obama, apresentado com Biden em junho, arrecadou US $ 7,6 milhões.

Obama também tem atuado na defesa dos democratas, levantando dinheiro para os democratas da Câmara e aparecendo em anúncios para alguns dos principais candidatos do partido, como Sara Gideon, concorrendo ao Senado no Maine, e para candidatos vulneráveis, como o senador de Michigan Gary Peters. E ele filmou uma série de vídeos digitais para o Comitê Nacional Democrata enfatizando a necessidade dos eleitores fazerem planos para votar.

“Ele está fazendo o suficiente por nossa campanha”, disse Biden a repórteres antes de embarcar em um voo em New Castle, Delaware, na semana passada. “Ele estará na trilha e está indo bem.”

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.