BUSCAR
BUSCAR
Economia
Valor Recorde: Banco do Nordeste lança em Natal edital com foco em energias renováveis
Serão R$ 20 milhões para projetos de pesquisa, e desenvolvimento científico e tecnológico; diretor de Planejamento do BNB adianta investimento de R$ 3 bi para o RN ainda em 2023
Redação
30/08/2023 | 07:00

Fomento à inovação, à base tecnológica da região, promover sustentabilidade e reduzir entraves do setor produtivo. Estes são os principais objetivos do edital do Fundo de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Fundeci) do Banco do Nordeste, lançado nesta terça-feira 29, em Natal, e que tem foco específico em energias renováveis, cenário em que o Rio Grande do Norte é um dos protagonistas brasileiros. São R$ 20 milhões disponíveis para apoiar projetos de pesquisa, desenvolvimento científico e tecnológico – o maior valor de recursos não reembolsáveis da história do Fundeci do Banco do Nordeste (BNB), que também prepara R$ 3 bi para financiamentos no RN.

A verba será destinada a projetos de pesquisa que proponham soluções para as cadeias produtivas de energias renováveis, com ênfase em hidrogênio verde. Têm direito a receber o apoio financeiro instituições públicas e privadas sem fins lucrativos. “Importante a gente resgatar a necessidade e a prioridade de investir na região, investir em ciência, tecnologia e inovação. Estamos lançando um novo edital, é um recorde, R$ 20 milhões que vão estar à disposição de todas instituições de ensino e pesquisa da região Nordeste. Um olhar para o futuro, às energias renováveis, os potenciais, desenvolvimento sustentável, o banco quer apoiar isso. O banco quer estar presente na região, mas quer também planejar o futuro junto com os estados, os municípios e a academia”, disse Paulo Câmara, presidente do BNB.

O evento que aconteceu em Natal foi transmitido de forma simultânea para os outros oito estados da região. A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, falou da importância de ter o RN como o estado escolhido para o lançamento do edital. “Destaco que o lançamento desse edital do Fundeci, tendo esse olhar para apoiar principalmente as pesquisas voltadas para a expansão das energias renováveis, isso é muito importante. Daí a alegria do Rio Grande do Norte ter sido escolhido como o estado para ser lançado este edital, dado o protagonismo que o RN tem nessa área”, comemorou.

A temática energias renováveis coloca o RN como um estado estratégico, já que a região nordeste conta com condições climáticas e ambientais favoráveis à produção de energias solar, eólica e também pelo fato de ter uma rede elétrica totalmente interligada. Durante a apresentação do edital, foi destacada a transição energética, que pode contribuir com um futuro neutro em carbono.

Criado em 1971, o Fundeci completa 52 anos de atuação neste ano. Durante o tempo de atuação do projeto, mais R$ 700 milhões foram aplicados em mais de 3.300 projetos apoiados. Segundo o BNB, o ticket-médio histórico do projeto é de R$ 205,1 mil.

Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.