BUSCAR
BUSCAR
Rodada
Auxiliar de Abel explica escalação de titulares do Palmeiras no Brasileirão
Apenas o meia Gustavo Scarpa e o atacante Luiz Adriano não começaram jogando diante do Grêmio, mas entraram depois. O auxiliar mostrou preocupação com o desgaste de alguns atletas, mas reforçou que a escalação é baseada na avaliação física de cada um
Estadão
16/01/2021 | 12:10

Auxiliar do técnico Abel Ferreira no Palmeiras, João Martins explicou a decisão de usar praticamente o time titular no empate por 1 a 1 com o Grêmio, no Allianz Parque, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time alviverde está envolvido em três competições e vem de uma maratona desgastante de jogos. Mesmo assim, a comissão técnica optou escalar o que tinha de melhor.

Dos considerados titulares, apenas o meio-campista Gustavo Scarpa e o atacante Luiz Adriano não começaram jogando diante do Grêmio. Os dois, porém, entraram no segundo tempo. A equipe não teve outros jogadores importantes, mas por conta de lesões e suspensão. Gabriel Menino estava suspenso pelo terceiro amarelo, enquanto que Gustavo Gómez, Danilo, Patrick de Paula e Gabriel Veron se recuperam de suas respectivas contusões, assim como Felipe Melo e Wesley, que passaram por cirurgia no ano passado. O volante já está em transição física e deve voltar aos gramados nos próximos dias.

“Nos temos a política de que o Palmeiras tem a obrigação de entrar para ganhar em todos os jogos. Nós escolhemos o que estavam em melhores condições. Queríamos não ter os jogadores mal condicionados, muitos deles impedidos de estarem conosco, por dias ou até mais. São as regras do jogo. Queríamos ter cinco ou seis dias para se preparar, mas é bom sinal isso, significa que estamos em todas as competições e pode ter certeza que vamos lutar até o fim por todas”, justificou João Martins em entrevista coletiva. Ele substituiu Abel Ferreira porque o treinador estava sem voz.

O auxiliar mostrou preocupação com o desgaste de alguns atletas, mas reforçou que a escalação é baseada na avaliação física de cada um. O cansaço foi um fator determinante para o empate no Allianz Parque, já que o Palmeiras foi intenso e dominou o Grêmio no primeiro tempo, com várias chances desperdiçadas, mas, com alguns jogadores exaustos, não manteve o ritmo e caiu de produção a partir da metade da segunda etapa.

“Sempre definimos o time titular de acordo com quem está melhor preparado para cada jogo. Hoje escalamos esses 11 por isso. Todos estavam preparados em todos os níveis, tanto fisicamente quanto taticamente. Foram esses 11 que achamos que estavam mais preparados para o jogo de hoje”, reforçou o auxiliar técnico. “O Palmeiras entra em todos os jogos para ganhar, foi o que nós fizemos. Os jogadores sabiam que teriam de ser velozes e intensos, foi isso que fizeram”, completou.

Com o resultado, o Palmeiras ficou mais distante do título nacional. A equipe paulista soma 48 pontos e se manteve na sexta colocação. São oito pontos a menos que o líder São Paulo.

Antes da final da Copa Libertadores contra o Santos, marcada para 30 de janeiro, no Maracanã, o Palmeiras terá quatro compromissos pelo Brasileirão. O primeiro deles será o clássico diante do Corinthians, segunda-feira, às 19h, no Allianz Parque, em duelo da 28ª rodada. A tendência é de que Abel volte a escalar os principais atletas.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.