BUSCAR
BUSCAR
Desabafo
Atriz da Globo, Leandra Leal solta o verbo sobre a piora da pandemia: ‘Azar de ter Bolsonaro’
Ela classifica como "desesperador" o recrudescimento da crise sanitária e pondera que há uma fadiga coletiva diante dos números elevados de mortes
Notícias da TV
13/04/2021 | 16:32

Leandra Leal, da Intérprete de Cristina em Império, avalia que a edição especial ainda diz muito sobre o Brasil mesmo sete anos depois da primeira exibição. A atriz vê a ganância desenfreada pelo poder como um dos empecilhos para a adoção de políticas públicas efetivas para conter o avanço da Covid-19. “É um azar cármico ter [Jair] Bolsonaro como presidente do nosso país durante uma pandemia”, afirma.

Ela classifica como “desesperador” o recrudescimento da crise sanitária e pondera que há uma fadiga coletiva diante dos números elevados de mortes e principalmente de mortes –que, inclusive, ultrapassou a marca de 350 mil morta desde o início da epidemia.

“A gente está vivendo o pior momento. Eu estava fazendo Aruanas, mas as gravações pararam . É uma situação difícil e dolorosa. Confesso que trabalhei à beça na pandemia, inventei milhões de maneiras para passar [esta fase] de forma saudável e criativa, mas é muito difícil viver realidade essa “, resume um artista ao Notícias da TV.

Leandra confessa que gozo uma pontada de esperança com o início da vacinação. Mas, por isso mesmo, diz que ainda é mais difícil ver os inúmeros erros na compra e distribuição do imunizante por todo país. “A gente está há dois meses e meio [no processo de imunização], era para estarmos comemorando, mas o momento ainda é muito difícil”, lamenta.

A atriz também aponta que o setor artístico é um dos que mais sofre diante de tantos empecilhos para que os brasileiros possam voltar a cinemas frequentes, teatros ou mesmo assistir a uma produção na TV. “Tanta gente vive, não só atores, mas também técnicos. É horrível pensar na dimensão trágica que a gente vai ter, o abismo educacional e cultural”, diz a carioca.

Um futuro possível

Leandra observa ainda a necessidade de passar por cima do sentimento de desalento e não aceitar o “desgoverno” diante da pandemia de maneira passiva. “A gente precisa acreditar que uma outra realidade é possível. Nós precisamos inventar um outro futuro e, por isso, temos um papel decisivo no que lugar em que estamos agora”, filosofa.

Ela também vê com bons olhos o retorno do folhetim de Aguinaldo Silva ao horário nobre, até para confortar os telespectadores em um momento difícil. “É uma novela muito especial, levei a relação com o elenco para a vida. Sem contar que acervo da Globo é uma preciosidade, ainda bem que ainda tem o Viva e o Globoplay para mostrar tudo”, define a intérprete.

Império ganhou uma “edição especial” para tapar o buraco deixada pela reta final de Amor de Mãe no horário nobre da Globo. O recrudescimento da crise sanitária obrigou a emissora a adiar a estreia da inédita Um Lugar ao Sol para o segundo semestre deste ano.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.