BUSCAR
BUSCAR
Ensino Superior
Assinada ordem de serviço para concluir obras da UERN em Natal
Investimento é de R$ 680 mil e prazo de conclusão é de seis meses
Redação
28/02/2020 | 15:40

O Governo do Estado reiniciou nesta quinta-feira (28) as obras de conclusão do campus da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), na Zona Norte de Natal, com a assinatura da ordem de serviço pela governadora Fátima Bezerra.

O investimento é de R$ 680 mil e o prazo de conclusão é de seis meses. Fátima Bezerra foi pessoalmente às instalações da UERN, no bairro Potengi, para assinar a ordem de serviço.

“Aqui vamos promover a vida e o conhecimento. Estas obras vêm se prolongando por 12 anos sem conclusão. Agora vamos concluir e ampliar o atendimento à população. Hoje é um dia gratificante para todos nós.  Assinamos a ordem de serviço e damos largada para conclusão das obras. Estamos fazendo todos os esforços para dar à UERN o tratamento que ela merece, o respeito e a valorização”.

O secretário de Infraestrutura do Estado, Gustavo Coelho, disse que além de retomar as obras com uma nova construtora a administração estadual está acionando a antiga construtora para fazer correções nos serviços executados e notificando sobre desconformidades. Ele explicou que os serviços que começam a ser executados hoje, contemplam a instalação das redes de lógica, elétrica, hidráulica e abastecimento de água.

Como será o novo campus da UERN em Natal:

•        Investimento: R$ 680 mil;

•        A previsão é de que as obras sejam concluídas em seis meses

•        Atualmente, os alunos do campus da Zona Norte utilizam a estrutura do Complexo Cultural ao lado do prédio inacabado, na área onde funcionou por décadas a Penitenciária João Chaves.

•        Com a ampliação, o campus da UERN em Natal passará dos atuais 1.200 para 3.800 alunos;

•        Os cinco cursos de graduação hoje oferecidos serão ampliados para 13;

•        O Campus vai receber serviços nas instalações físicas, rede lógica (internet), acessibilidade, cisterna e elevador;

•        Também serão adquiridos mobiliários e equipamentos;

O que será feito nas outras unidades da UERN:

Serão investidos R$ 23 milhões em todas as unidades da UERN:

•        O valor é oriundo de emendas parlamentares da bancada federal ainda de 2018 – R$ 20 milhões – e recursos próprios do Governo do RN – R$ 3 milhões;

•        Com o investimento será realizado uma série de obras – ampliação e aquisição de equipamentos – em todos os seis campi da UERN (Mossoró, Natal, Assu, Pau dos Ferros, Patu e Caicó);

•        A medida beneficia mais de 12 mil alunos da instituição;

•        Cerca de 90% dos alunos são oriundos da rede pública de ensino;

•        Hoje a UERN tem 12 mil alunos, 944 docentes e 664 técnicos administrativos nas unidades de Natal, Mossoró, Assu, Pau dos Ferros, Caicó e Patu.

•        Em Assu e Patu serão construídos, em cada campus, um novo bloco de salas e uma área de convivência;

•        Em Mossoró, onde fica a administração central e o maior contingente de alunos, serão oito obras no campus central: biblioteca, anfiteatro, auditório, centro de convivência, banheiros e rede coletora, cerca e posto de vigilância, pavimentação de vias e reforma da Associação Cultural e Esportiva Universitária (ACEU);

•        O campus de Caicó ganhará um novo bloco de salas e um auditório;

•        Em Pau dos Ferros será feita uma quadra de esportes coberta, com vestiário e cerca;

•        Uma nova rede elétrica de média tensão e subestações serão instaladas em Pau dos Ferros, Patu, Mossoró, Caicó e Assu;

•        O campus de Pau dos Ferros receberá um novo micro-ônibus e o campus de Natal terá novos equipamentos e material permanente.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.