BUSCAR
BUSCAR
Argentina

Argentina entrega ao Brasil lista de foragidos do 8/1 que entraram no país

Cerca de 60 procurados foram para o território argentino; pelo menos 10 já saíram do país vizinho
Redação
19/06/2024 | 21:10

A Argentina entregou para o Brasil nesta quarta-feira 19 a lista de brasileiros que são alvo de inquérito pelos ataques aos Três Poderes da República de 8/1 e que entraram no país vizinho.

De acordo com as informações repassadas pelo governo argentino, aproximadamente 60 pessoas procuradas pela Justiça brasileira entraram na Argentina. Segundo os dados enviados ao Brasil, cerca de 10 foragidos já saíram do país vizinho.

Câmeras de segurança mostram ataques criminosos aos Três Poderes, em Brasília, em 8 de janeiro / Foto: Reprodução/CNN
Câmeras de segurança mostram ataques criminosos aos Três Poderes, em Brasília, em 8 de janeiro / Foto: Reprodução/CNN

A informação foi encaminhada em resposta ao pedido do Supremo Tribunal Federal com uma lista de 143 condenados pelos atos de 8/1 que poderiam estar em território argentino. Estes são os primeiros dados oficiais repassados pela Argentina para o Brasil.

Como os dados enviados ao Brasil são de pessoas que entraram regularmente na Argentina, autoridades brasileiras não descartam que mais foragidos possam estar no país.

O Brasil não solicitou, no entanto, informação de quantos brasileiros pediram asilo político no país. A CNN apurou que passam de 100 os pedidos de refúgio na Argentina por alvos do inquérito do 8 de janeiro. Deste total, 47 são condenados ou têm mandado de prisão em aberto.

A Polícia Federal do Brasil prepara um pedido de extradição, que será encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Mais cedo, o porta-voz da presidência argentina negou haver um “pacto de impunidade” com o ex-presidente Jair Bolsonaro para decidir sobre conceder asilo político para os foragidos e pontuou que a decisão de um eventual pedido de extradição dessas pessoas será judicial.

Ele já tinha afirmado que os pedidos de refúgio serão analisados caso a caso, de acordo com os critérios para a concessão e seguindo a lei.

A Casa Rosada afirma que a Comissão Nacional para os Refugiados (Conare), que avalia e determina as concessões de refúgio, é autônoma. O organismo, no entanto, é composto por representantes dos ministérios do Interior, da Justiça, da Segurança e das Relações Exteriores, além de outros integrantes do governo.

Também participam do colegiado o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados e organizações não governamentais, mas sem direito a voto.

Até que haja uma decisão final da Conare, os solicitantes de asilo não podem ser presos ou extraditados. Caso o refúgio seja concedido, o pedido de extradição é desconsiderado. Não há um prazo, no entanto, para que a Conare tome uma decisão.

Com informações da CNN Brasil

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Biden se confunde e chama presidente da Ucrânia de “Putin” em discurso; veja
Democrata se corrigiu em seguida, afirmando que está muito focado em derrotar o líder russo
11/07/2024 às 20:47
Rússia promete retaliar EUA após anúncio de armas de longo alcance na Alemanha
Kremlin diz estar preparando medidas para contrapor promessas feitas pela Otan
11/07/2024 às 18:20
Eurocopa: rei Charles faz pedido inusitado a jogadores da Inglaterra
Ingleses se classificaram à final do torneio após vitória apertada diante da Holanda nesta quarta-feira 10
11/07/2024 às 18:00
Avião com destino a Guarulhos retorna a aeroporto de Milão após bater cauda durante decolagem
O voo LA8073 partiu às 8h07 (hora de Brasília) e fez o pouso de volta às 9h37
10/07/2024 às 16:43
“Não existe saída individual na América do Sul”, diz Lula na Bolívia
Assinatura de acordos em diversas áreas marca visita oficial ao país
09/07/2024 às 17:43
Brasileiro morre em combate após dois anos como voluntário na Guerra da Ucrânia
Murilo Lopes Santos faleceu em Zaporizhzhia, às margens do Rio Dnipro
08/07/2024 às 22:03
Brasil paga R$ 847 milhões a órgãos internacionais no 1º semestre
Governo quitou integralmente contribuição regular às Nações Unidas
03/07/2024 às 19:17
EUA anunciarão novo pacote de R$ 13 bilhões para Ucrânia, diz Pentágono
Pacote fornecerá novos interceptadores de defesa aérea, armas antitanque e outras munições dos estoques americanos, segundo secretário da Defesa americano
02/07/2024 às 19:15
Furacão Beryl, que já faz vítimas no Caribe, abre caminho para temporada muito perigosa, diz ONU
Este é o furacão de categoria 5 mais precoce já registrado na bacia do Atlântico, Caribe e América Central
02/07/2024 às 18:16
Em vitória para Trump, Suprema Corte decide que presidentes têm imunidade parcial
Decisão afeta processo do 6 de Janeiro, cuja chance de ir a julgamento antes da eleição agora é praticamente nula
01/07/2024 às 18:47