BUSCAR
BUSCAR
Parecer técnico
Após vistoria do MPRN, Arena das Dunas faz melhorias na estrutura
Vistoria técnica realizada em junho detectou praticamente todos as falhas foram corrigidas e que ainda não foram
Redação
28/08/2021 | 09:41

Após a elaboração de um parecer técnico de engenharia por parte do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) que apontava uma série de danos estruturais na Arena das Dunas, a empresa que administra o estádio fez as devidas correções e o inquérito civil instaurado foi arquivado pela 24ª Promotoria de Justiça de Natal, que tem atribuição de Defesa do Consumidor. O relatório foi feito após uma vistoria em 2019.

Uma nova vistoria técnica foi realizada em junho passado e detectou praticamente todos as falhas foram corrigidas e que ainda não foram, estão compondo o cronograma de atividades apresentado pela Arena das Dunas Concessão e Eventos previstas para serem executadas nos próximos meses. O relatório, elaborado após uma visita técnica em outubro de 2019, revelou problemas relacionados a processos de oxidação de elementos metálicos, aos sistemas de drenagem e de impermeabilização, entre outros.

Em 2019, foi detectado que os tubos de drenagem desaguavam diretamente sobre o pavimento, o que provocava acúmulo de água, manchas e bloqueio dos ralos por carreamento de detritos. Em 2021, foi constatada a adaptação do sistema. Os tubos foram desviados para serem interligados aos do nível de baixo e, dessa forma, conduzem a água coletada até o nível mais baixo da edificação. Esta nova configuração eliminou o acúmulo de água no próprio pavimento.

Outo problema detectado em 2019, foi que os ralos se encontravam bloqueados pelo acúmulo de detritos carreados e o sistema de impermeabilização desplacando do pavimento. A nova vistoria constatou a adaptação do sistema de drenagem e esta nova configuração eliminou o acúmulo de água no próprio pavimento e o carreamento de detritos para a grelhados ralos, que encontravam-se desimpedidos.

Na primeira vistoria, foram verificados também diversos pontos com processo de corrosão: estrutura metálica da cobertura, escadas, tirantes, abraçadeiras, bases de cadeiras, caixas do sistema contra incêndio e eletrocalhas. Agora, foi verificada a substituição das caixas do sistema contra incêndio, fato que eliminou o problema detectado em 2019. Em 2019, as eletrocalhas do estádio (de material metálico) apresentavam avançado processo de oxidação. Em 2021, as antigas eletrocalhas metálicas vêm sendo substituídas por eletrocalhas de fibra de vidro, que não sofrem com processo de oxidação.

Outra mudança diz respeito às falhas no sistema de impermeabilização do estádio encontradas na primeira vistoria, quando se detectou que a camada de impermeabilização estava desplacando do pavimento. Agora, foi constatada a execução de um novo sistema de impermeabilização, não sendo mais percebido o desplacamento da camada impermeabilizante.

Também em 2019, alguns eletrodutos (de material metálico) localizados nas bases das escadas, apresentavam avançado processo de oxidação. Esse problema foi corrigido através da execução de alvenaria em torno do eletroduto para sua proteção, evitando o contato do material com o meio externo. Com a nova vistoria, o MPRN pôde verificar que os serviços de correção foram executados em sua integridade ou estão compondo o cronograma de atividades da administradora, tendo gerado uma resposta nítida para a sociedade e para o bem público.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.