BUSCAR
BUSCAR
Arrependimento?
Após se dizer “contra a vacina”, Fernanda Venturini volta atrás
Ela postou vídeo no Instagram dizendo que é contra a vacina contra a Covid, mas que iria tomar a da Pfizer para "poder viajar o mundo"
Lance
28/06/2021 | 09:52

Um dia após divulgar ser “contra a vacina” em vídeo publicado em um posto de saúde, a ex-jogadora da seleção brasileira de vôlei Fernanda Venturini voltou atrás diante das críticas que recebeu. Em uma rede social, a esportista afirmou ter sido “mal-entendida”. De acordo com Venturini, o fato dela ter se vacinado não condiz com a figura antivacina construída sobre ela. Além disso, pediu “educação e respeito” em posição aos ataques recebidos.

Ela postou vídeo no Instagram dizendo que é contra a vacina contra a Covid, mas que iria tomar a da Pfizer para “poder viajar o mundo”. Fernanda tem 50 anos e, pelo calendário paulistano, poderia ter se vacinado desde o último dia 19.

“Estou aqui para tira um mal-entendido porque eu fui muito mal interpretada quando eu falei da vacina. Vocês acham que estou feliz com as mais de 500 mil mortes que o Brasil teve e os milhões de mortes pelo mundo? Vocês acham? Se eu fosse contra, não teria me vacinado”, começou Venturini.

“Hoje, eu tenho um programa de saúde no Youtube, o “14 Minutos de Saúde”, que eu só falo da saúde. Então, eu espero que as pessoas tenham mais educação e respeito porque fui xingada. É incrível como as pessoas se acham no ‘direito’ de entrar no seu Instagram para te xingar. Eu estou muito chateada com a repercussão que teve e, hoje, o que faço é promover saúde. Se eu magoei alguém, peço desculpa”, completou.

No último sábado, a ex-mulher de Bernardinho disse na publicação que tomou o imunizante da Pfizer por ser a ‘menos’ pior e que decidiu se imunizar somente para viajar pelo mundo. Lembrando que a vacinação é uma das exigências que vem sendo feitas pelos países para receber visitantes.

“Gente, olha onde eu e Zeca a gente está.. A gente veio pedalando para tomar a vacina. Eu sou contra a vacina, mas como eu quero viajar o mundo eu vou tomar. Vou tomar Pfizer que eu acho que é menos pior”, disse ela.

“Eu sou contra vacina, mas como eu quero viajar o mundo… eu vou tomar a pfizer que eu acho que é a menos pior.” Fernanda Venturini, que desserviço! Inacreditável! pic.twitter.com/1TX0WSb02K

— Artur Cunha Filho (@ArturCunha2) June 27, 2021

“>

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.