BUSCAR
BUSCAR
Preparação
América inicia trabalho de recuperação física dos atletas
Com calendário extenso de atividades no restante do ano, o alvirrubro potiguar retomou esta semana, em Pernambuco, as atividades para o condicionamento físico do elenco
Redação
03/07/2020 | 04:23

O América iniciou os trabalhos de retomada da preparação física dos atletas na cidade de Camaragibe, em Pernambuco, onde ficará por dez dias no Centro de Treinamento do Retrô Futebol Clube Brasil.

Em terras pernambucanas, o América iniciará a intertemporada visando o restante do calendário previsto para o ano de 2020. O clube tem um calendário cheio para o segundo semestre, que inclui o restante do Campeonato Potiguar, as Copas do Brasil e do Nordeste e o Campeonato Brasileiro.

A mudança temporária para Camaragibe ocorre em razão de as equipes potiguares de futebol não terem sido liberadas pelos gestores de saúde (Estado e Prefeitura do Natal) para iniciar os treinos em terras potiguares.

No próximo domingo (5), o técnico Roberto Fernandes comandará o primeiro treinamento coletivo em terras pernambucanas.

Em entrevista ao Agora RN, o zagueiro Edimar falou sobre a retomada dos trabalhos em Camaragibe.

Agora RN – Como foi o retorno do trabalho com a equipe?

Edimar Oliveira – Para mim, eu estava sentindo falta. Precisava criar uma família com o time. Os atletas vieram no intuito de fazer o melhor. Queremos o melhor. A diretoria nos disse que ficaríamos em um centro de treinamento para ficar 10 dias. Vamos ficar mais fortes e mais fortalecidos daqui.

ARN – Como está sendo o trabalho? E como é o CT do Retrô?

EO – Hoje, trabalho é de recuperação física, para evitar lesões. A base inicial está sendo nisso. Depois, é a bola. Eu me condiciono fisicamente muito rápido. Isso muda de jogador para jogador. Mas creio que logo estarei pronto. O Centro de Treinamento é de primeiro mundo. Há muitos clubes que não têm uma estrutura como essa.

ARN – Ansiosos para a retomada dos coletivos e de treinos com bola?

EO – Temos que fazer uma base. Já tivemos um momento de dois toques. Mas não estamos pensando nisso agora. Estamos fazendo o trabalho de recuperação física.

ARN – Como será voltar a jogar sem o apoio da torcida?

EO – Ficamos tristes pelo momento. O novo normal é muito importante, em razão dos perigos da doença. Não ter torcida é necessário hoje. No entanto, o futebol não pode parar. É preciso garantir a segurança dos profissionais do futebol. Muitas pessoas perderam empregos. Esperamos que isso acabe logo, e possamos voltar bem melhores à normalidade.

ARN – O que esperar do América para o restante da temporada?

E0 – Estamos focados nos objetivos, apesar de não ter a presença da torcida nos jogos. Vamos levar este novo normal, com os estádios vazios, mas a torcida estará com a gente em todos os momentos. Sabemos do momento difícil, mas os momentos difíceis também passam.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.