BUSCAR
BUSCAR
Advogado se diz perseguido por Carlos Augusto e Rosalba Ciarlini

31/05/2012 | 10:30

O advogado especialista em direito eleitoral, ex-juiz do Tribunal Regional Eleitoral e ex-presidente do Partido da República em Natal, Fábio Hollanda, afirmou esta manhã que sofre perseguição do governo Rosalba Ciarlini (DEM) após sua saída do partido e do governo, inclusive com uma determinação de não pagamento de seu salário durante os dois meses em que fez parte da gestão.

Em entrevista ao Jornal da Cidade, da FM 94, Holanda afirmou que se sentiu abandonado pelo partido ao qual pertencia e que o indicou para o cargo de secretário de Justiça e Cidadania, o PR, e que sua saída se tornou uma questão pessoal para a governadora Rosalba Ciarlini e seu marido Carlos Augusto Rosado.

“A governadora tem tido atitudes pessoais contra mim. Existe uma determinação na Secretaria de Justiça de não pagar o salário dos 60 dias que passei lá. Eu sou o único secretário da história do Rio Grande do Norte que trabalhou 60 dias sem receber salário, sem receber diária, pagando meu motorista, usando o meu carro e pagando a gasolina do meu bolso”, afirmou.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.