BUSCAR
BUSCAR
Violência
Advogado matou a mãe após discussão por pão em cima da mesa, diz delegado
O homem ligou para a Polícia após ter cometido o crime e contou tudo na hora
O Liberal
18/01/2022 | 18:40

Ao que tudo indica, o advogado Leonardo Felipe Giugni Bahia matou a própria mãe, Arlene Giugni da Silva, por uma discussão banal: um pão colocado sobre a mesa. Essa possibilidade está entre as muitas suspeitas analisadas pela Polícia Civil, após ouvir o homem na manhã desta terça-feira (18). O caso ocorreu durante a madrugada, em um prédio residencial em Belém, no Pará, segundo o jornal O Liberal.

O advogado havia saído de casa e ido a um hospital após ter uma alergia. Depois de ser medicado, ele retornou para o local. Por volta das 2h30, Leonardo começou a discutir com a mãe. “Foi uma discussão não violenta mas a respeito de um ato banal, de colocar o pão na mesa. Alguém entendeu que ele foi ríspido e ele disse que não. Mas nada que pudesse justificar a ação criminosa”, disse o delegado Cláudio Galeno, diretor da DH.

A Polícia Militar foi acionada e, ao chegar no local, prendeu em flagrante o advogado, que se entregou e não ofereceu nenhum tipo de resistência. A principal suspeita da polícia é de que ele tenha tido um surto psicótico. “Todos os elementos levam a essa fundamentação. Na nossa experiência em casos similares, os autores que passam por um surto psicótico e cometem um crime sempre têm um lapso de memória. Nesse caso, tudo leva a crer que foi um surto, porque na entrevista que o autor teve com os policiais, ele disse que não recordava o que havia acontecido no momento do crime”, pontuou Galeno.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.