BUSCAR
BUSCAR
Sinal Vermelho
Ações contra a violência doméstica terão espaço na Festa do Boi
Festa do Boi começa neste fim de semana e contará com ações de conscientização e divulgação da campanha entre os participantes, em defesa das mulheres
Redação
12/11/2021 | 09:45

A “Campanha Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica” foi o tema do pronunciamento da parlamentar Cristiane Dantas (SDD) na sessão plenária da última quarta-feira (10). A deputada estadual convocou todos a se engajarem no trabalho de conscientização que será realizado durante a Festa do Boi, que se inicia neste final de semana.

Durante os shows que ocorrerão nos próximos finais de semana, a deputada informou que será mobilizado o público da Festa do Boi, especialmente as mulheres, com a divulgação da campanha que foi instituída em todo estado, por iniciativa do mandato da parlamentar, através da lei N° 10.177/2021.

“Nosso mandato está apoiando esta ação de conscientização junto ao público presente, que aqui no RN está sendo feita pelo TJRN através da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (CE-Mulher)”, afirmou a parlamentar. A deputada disse que durante a Festa do Boi haverá alerta ao público presente sobre a importância de se evitar qualquer tipo de violência.

“A equipe da Coordenadoria vai promover essa ação com o apoio do nosso mandato, vamos distribuir informações sobre a rede de apoio e lá também estarão presentes os policiais da patrulha Maria da Penha”, afirmou a deputada Cristiane.

Cristiane Dantas também destacou a realização de um mutirão de mamografias que a Assembleia Legislativa irá realizar em parceria com o Grupo Reviver. “É importante registrar que a Assembleia vai realizar durante a festa do Boi o mutirão de mamografias com o Grupo Reviver, nos dias 13 e 14, atendendo a uma solicitação da Frente Parlamentar da Mulher para a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama”, finalizou.

Em agosto deste ano, a campanha “Sinal Vermelho Contra a Violência Doméstica” se tornou a Lei N° 10.177/2021. A letra “X” na mão da mulher é sinal de alerta e de denúncia de violência doméstica de forma silenciosa, e passa a ser adotado como medida de urgência. Mulheres vítimas de violência podem apresentar o símbolo, não somente em farmácias, mas em qualquer estabelecimento comercial do Rio Grande do Norte.

A lei nasceu de uma campanha idealizada por meio das farmácias. Mas, a proposta de Cristiane amplia para todos os estabelecimentos comerciais para que a mulher vítima de violência possa ser acolhida em qualquer lugar. A ideia é que onde a mulher apresentar o sinal X na mão, a polícia seja acionada. Os colaboradores dos estabelecimentos comerciais não precisam se dirigir à delegacia, nem ser testemunhas do caso.

Também já é lei no Rio Grande do Norte o programa “Tempo de Prevenir” que foi proposto ao mandato da deputada por meio de diálogos e sugestões da Coletiva Nísia Floresta. A lei engloba a conscientização da população e dos homens sobre a desconstrução do machismo, enfatiza a apresentação da Lei Maria da Penha e o desenvolvimento de projetos que garantam renda às mulheres.

“Esse é um programa que tem a prevenção da violência como balizador. Além disso, ele também estimula a criação de políticas públicas de capacitação e encaminhamento ao emprego para mulheres vítimas de violência, porque boa parte delas é dependente financeiramente do seu agressor, uma situação que dificulta a mulher romper o ciclo de violência”, explica Cristiane.

Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.