BUSCAR
BUSCAR
Futebol
A temporada mais imprevisível da Premier League terá um campeão surpreendente?
Em sua notável derrota por 7x2 neste domingo 4, o Liverpool se tornou o primeiro campeão inglês da primeira divisão a sofrer sete gols em uma partida da liga desd 1953
Redação
05/10/2020 | 16:01

Um conjunto de resultados surpreendente em uma temporada já muito imprevisível da Premier League, e o ambiente diferente em que a primeira divisão inglesa acontece neste momento aumentaram a perspectiva de campeões inesperados.

Podemos listar ao menos três resultados surpreendentes nas últimas semanas: Manchester City 2×5 Leicester City no últmo fim de semana; e Aston Villa 7×2 Liverpool e Manchester United 1×6 Tottenham na última rodada.

Todos eles foram históricos: o Manchester City sofreu mais de cinco gols em casa pela primeira vez em 438 jogos no Etihad Stadium no último fim de semana contra o Leicester City.

Em sua notável derrota por 7×2 neste domingo 4, o Liverpool se tornou o primeiro campeão inglês da primeira divisão a sofrer sete gols em uma partida da liga desde o Arsenal contra o Sunderland em 1953.

E o resultado veio horas depois que o Manchester United perder em casa para o Tottenham por 6×1, levando a rodada a um total de 41 gols.

Faltam apenas três para o recorde da Premier League de gols em uma única semana de jogo – que foi estabelecido no mês passado. Esta temporada foi tudo menos previsível, mas será que teremos surpresas até o fim?

“Quero que a Premier League seja um pouco mais parecida com esta temporada”, disse o ex-zagueiro do Liverpool Jamie Carragher à Sky Sports. “Quando se fala em algum time ter 95 pontos para ganhar o campeonato, é notável, mas de certa forma mata a Premier League” (na última temporada a pontuação do campeão Liverpool foi 99 pontos).

“Eu gostaria de voltar a quando o time campeão fazia 80 pontos. Significa apenas que você perde mais jogos e há mais emoção, e os times que terminam em quarto, quinto e sexto não estão tão atrás”.

“Acho que esta temporada pode ser única”, acrescetou.

Sem torcedores nos estádios durante a pandemia de Covid-19, a vantagem de se jogar em casa não é tão importante nesta temporada, já que menos jogos, em média, estão sendo vencidos pelos times mandantes do que em qualquer uma das últimas cinco temporadas. Outro fator é o menor intervalo entre partidas, dificultando a preparação.

Carragher acredita que se times como o Aston Villa, que sofreu para evitar o rebaixamento na Premier League na temporada passada, puderem humilhar o Liverpool como fizeram no domingo, e com o Everton permanecendo na liderança da tabela, podemos ter mais surpresas por vir.

“Não houve pré-temporada, é uma liga condensada para receber todos os jogos”, acrescentou Carragher. “Não há tempo para os treinadores trabalharem com suas equipes no campo de treinamento para corrigir as fragilidades defensivas, como vimos com quase todas as equipes nesta temporada”.

“Podemos ter uma temporada ao estilo Leicester (que surpreendentemente ganhou o título da Premier League em 2015-16) e obter um novo campeão, e até mesmo um estranho top quatro, e acho que isso é um bom presságio para a Premier League nesta temporada.”

*As informações são da CNN Brasil

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.