BUSCAR
BUSCAR
Carreira
A música good vibes de Diego Libra
Natalense de 32 anos, Diego lançou um álbum autoral em janeiro, repleto de influências do pop rock e do reggae. Em setembro, estreia o clipe de “Pequenas Ondas”
Nathallya Macedo
25/08/2020 | 05:11

O otimismo e a positividade sempre foram presentes na vida de Diego Oliveira, mesmo em meio a situações complicadas. Ao Agora RN, o natalense de 32 anos contou que vem de uma família humilde e que precisou trabalhar bastante para conseguir iniciar uma carreira artística. “Já fui auxiliar de serviços gerais, recepcionista e vigilante, mas queria mesmo seguir minha paixão”.   

Há cerca de uma década, ele começou a juntar dinheiro com o sonho de comprar instrumentos. Foi quando uma nova história virou realidade. “Assistia os clipes que eram exibidos na MTV e pensava ‘vai chegar a minha vez, mais cedo ou mais tarde’. Nas horas livres do trabalho, eu me dedicava a compor e a aprender a tocar. Hoje, tenho mais de 200 canções escritas”, relembrou. 

Em 2010, Diego foi guitarrista de uma banda de rock, a Hottnyte, e participou de várias turnês locais e também por estados do Sudeste. “Gosto muito desse estilo, por isso considero que foi um período de aprendizado porque incorporo algumas pitadas do que captei do rock em minha sonoridade atual”. Quando saiu da banda, ele ficou por um tempo em um grupo de forró.  

“Não deu certo. Eu tinha em mente que necessitava focar na minha própria música e na mensagem que desejo transmitir”, afirmou. Diego então investiu em apresentações por restaurantes e bares da capital potiguar e acabou se tornando um rosto conhecido. “Quando você toca na noite, alcança um público composto por turistas, além do pessoal que mora aqui. A boa receptividade e a frequente interação me deram forças para continuar apostando em mim”.  

Concentrado no projeto solo, ele adotou Diego Libra como nome artístico. “Sou libriano e acredito que esse signo é cheio de amor. Um pouco sofredor também, não adianta fugir. Mas temos uma característica ‘good vibes’ que tento passar durante minhas apresentações e nos ritmos peculiares do meu som”.  

Em janeiro deste ano, Diego lançou o primeiro álbum autoral, intitulado “O Tempo e o Vento”, que tem oito faixas. Junto ao disco, o clipe de “Meu Farol” foi publicado nas plataformas digitais e chamou a atenção dos fãs. Com imagens gravadas na orla de Natal e no farol de Mãe Luiza, a letra da música é apaixonada e a melodia de fundo é leve e divertida.  

“Me inspiro em bandas como Melim, Maneva e Natiruts. Assim como o reggae e o pop moderno, minha sonoridade tem influência do rock dos anos 1980. E meu cantor favorito, até hoje, ainda é o Freddie Mercury. Em resumo, acredito que o repertório é bem diverso e eclético. Essa pluralidade ajuda a construir a identidade do Diego Libra como artista”. Em setembro, o cantor vai lançar o clipe de “Pequenas Ondas” no canal do YouTube. 

Pandemia

O período de isolamento social rígido afetou diretamente o trabalho de Diego. “Antes, eu estava com a agenda lotada de eventos. Tudo mudou de repente e precisei me adaptar”, disse. Diante do contexto pandêmico, ele entrou na onda das lives. “Um dia, os moradores de um condomínio onde já trabalhei como vigilante me chamaram para fazer um show na área externa, o vídeo até viralizou nas redes sociais”.  

Agora, com a recente retomada gradual das atividades, Diego espera que os natalenses valorizem mais a produção local. “Quero representar a nossa cultura lá fora. Para isso, precisamos primeiro acreditar no nosso potencial aqui. Requisitamos incentivos e divulgação”.   

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.