BUSCAR
BUSCAR
Recomendação
2021 é ano para administrar, e não fazer política, diz presidente da Femurn
Prefeito de São Paulo do Potengi e presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte, José Leonardo Cassimiro, o Naldinho, o momento dos prefeitos, sejam novos ou não, é de focar nos problemas, que são muitos
Redação
23/11/2020 | 05:29

“Prefeito que tiver juízo não vai pensar em política em 2021. Vai focar só em administração, no desenho da gestão e no custeio da sua máquina”.
O conselho é do presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), José Leonardo Cassimiro de Araújo, o Naldinho, e antecede o 1º Encontro Virtual de Prefeitos Eleitos promovido pela Confederação Nacional dos Municípios, que começa nesta segunda-feira 23.

A partir das 10h, o presidente da CNM, Glademir Aroldi, conversa online com os gestores eleitos de Alagoas, Ceará, Maranhão, Piauí e Rio Grande do Norte, para debater os grandes desafios no horizonte com a pandemia do novo coronavírus. Só depois, às 16h, acontece o encontro com os prefeitos da Bahia, da Paraíba, de Pernambuco e de Sergipe.

Ao Agora RN, Naldinho, que está encerrando mandato em São Paulo do Potengi, disse que ainda não sabe ao certo quantos prefeitos eleitos no RN atenderão ao convite, já que as confirmações são feitas diretamente na CNM. Mas ele espera o maior quórum possível.

Segundo ele, apenas em 30 de abril o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) terá clareza sobre o balanço de cada município referente ao exercício anterior.
“Num ano de pandemia e de um endividamento público meteórico, a participação do maior número de prefeitos é fundamental nesse processo, já que os desafios são proporcionais”, acrescenta.

Ele antecipa que, na primeira quinzena de dezembro, um novo encontro de gestores voltará a acontecer, tendo em vista a transição de prefeitos onde houve alternância de comando.

Nestas eleições, 66% dos 115 prefeitos do Rio Grande do Norte que tentaram reeleição, ou seja, 76, conseguiram renovar o mandato. Só 34% (39) prefeitos que tentaram o segundo mandato Executivo não conseguiram.
Pela legislação, estão entre os direitos da equipe de transição solicitar aos atuais prefeitos que não se reelegeram demonstrativos de restos a pagar e cópias dos processos de despesa e demonstrativo da dívida interna.

Nesta segunda-feira, as conversas virtuais com os gestores serão divididas por grupos de estados da mesma região com duração de duas horas. Na ocasião, o presidente da CNM falará sobre a força do movimento municipalista e as transformações que podem ser alcançadas com a união de todos, seja em Brasília ou em seus municípios.

Na quarta-feira 25, será a vez do Centro-Oeste e do Norte. Já os prefeitos da região Sudeste serão contemplados na sexta-feira 27. As reuniões com os prefeitos de municípios da região Sul estão agendadas para o dia 30.

Os participantes com inscrição homologada recebem, por e-mail, o link para acesso à Sala Virtual da CNM um dia antes da data do encontro. Depois das reuniões, serão encaminhados materiais para apoiar a transição e os primeiros dias de mandato, bem como informações sobre como ter acesso a todos os benefícios exclusivos destinados aos municípios contribuintes com o movimento municipalista.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.