BUSCAR
BUSCAR
Política

“02 do Exército está do nosso lado”, diz empresário alvo da PF sobre Braga Netto

Conversas recuperadas por autoridades nos EUA indicam que ex-ministro almoçou e jantou com lobistas
Redação
13/09/2023 | 08:08

Conversas obtidas pelo serviço de imigração dos Estados Unidos e compartilhadas com a Polícia Federal (PF) colocaram o general Walter Braga Netto no centro de suspeitas de desvios em contratos fechados durante a intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro, em 2018 (governo Michel Temer).

As mensagens indicam que Braga Netto, que foi candidato a vice-presidente de Jair Bolsonaro (PL) em 2022, recebeu lobistas e teria prometido “dar uma força” para viabilizar contratações superfaturadas e sem licitação. O general teve os sigilos telefônico e telemático quebrados no âmbito da Operação Perfídia, deflagrada pela Polícia Federal nesta terça 12. Os agentes fizeram buscas em 16 endereços.

Jair Bolsonaro e Walter Braga Netto
General Walter Braga Netto ao lado do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Foto: Reprodução

Braga Netto não foi alvo de buscas, mas é investigado. O objetivo dos investigadores é confrontar os diálogos resgatados.

As conversas foram recuperadas no celular do empresário brasileiro Gláucio Octaviano Guerra no aeroporto de Dulles, na Virgínia. O empresário, que mora nos Estados Unidos, começou a ser investigado por autoridades americanas por suspeita de apoio logístico ao grupo criminoso envolvido no assassinato do ex-presidente do Haiti Jovenel Moises, em julho de 2021.

Guerra é sócio da empresa CTU Security LLC, especializada em equipamentos de segurança, que foi contratada pelo Gabinete da Intervenção Federal no Rioseg para fornecer 9. 360 coletes balísticos. O contrato foi suspenso após irregularidades nos documentos fornecidos pela empresa. O Tribunal de Contas da União (TCU) também apontou indícios de conluio e superfaturamento na ordem de R$ 4,6 milhões.

Os diálogos do empresário apontam que o general da reserva do Exército Paulo Roberto Correa Assis e o coronel Robson Queiroz Mota, ex-assessor da então secretaria de intervenção federal, teriam sido contratados para fazer lobby junto ao Gabinete da Intervenção em favor da CTU Security. Eles são investigados na Operação Perfídia.

Os investigadores tiveram acesso a um e-mail enviado pelo general Paulo Assis ao parecerista do contrato dos coletes. “Estive em um almoço na sexta passada com o Gen Braga Netto e comentei sobre a liberação dos coletes de proteção balística para a Polícia do RJ, em estudo nessa Casa Civil da PR (Presidência da República). Ele disse que iria dar uma ‘força’ junto ao senhor para atender ao que pleiteamos”, diz a mensagem.

O print do e-mail é compartilhado por Guerra com o irmão. Ele envia, na sequência, um áudio em que afirma que o ‘zero dois do Exército Brasileiro, que foi o interventor federal, está do nosso lado’, em referência a Braga Netto.

O general Walter Braga Netto também teria recebido o coronel Robson Queiroz Mota em um jantar organizado em sua própria casa, em Brasília, em março de 2020. É o que indicam mensagens do coronel. Ele pede aos empresários a emissão de passagens aéreas do Rio para Brasília para participar do evento.

Em nota, Braga Netto afirmou que os contratos seguiram os trâmites legais. Diz também que a compra de coletes junto à CTU foi anulada e que não houve repasse de verbas para a empresa.

Novas regras do TSE contra fake news para 2024 geram incertezas
Debate sobre moderação de conteúdo e responsabilidade das redes sociais ainda gera dúvidas
14/07/2024 às 07:38
Legendas começam a definir datas para suas convenções partidárias na capital potiguar
Das seis pré-candidaturas postas, apenas duas ainda não determinaram uma data oficial: Avante e o PT, que faz Federação com o PcdoB e o PV
13/07/2024 às 05:10
Justiça Eleitoral proíbe prefeita de Pau dos Ferros de realizar atos políticos em locais abertos
Marianna Almeida não pode mais promover eventos públicos durante pré-campanha e terá que tirar publicações nas redes sociais, sob pena de multa
13/07/2024 às 05:00
Lula prometeu cumprir arcabouço fiscal em conversa com ministros: “Não abro mão”
Segundo o ministro das Relações Institucionais, presidente disse que regra ajuda a ampliar investimentos no país e recuperar políticas sociais
12/07/2024 às 20:15
Investigados mentiram para proteger Bolsonaro em caso das joias, diz PF
Depoimentos trouxeram informações erradas sobre a localização, movimentação e destino dos itens desviados do acervo público
12/07/2024 às 18:26
STF realiza audiência de custódia de presos no caso Abin
Segundo a PF, agência foi usada para favorecer filhos de Bolsonaro
12/07/2024 às 15:22
George Soares toma posse como Conselheiro do TCE na próxima quarta-feira
Vaga pertence ao quadro de indicados pela Assembleia Legislativa e estava aberta desde a aposentadoria do Conselheiro Tarcísio Costa
12/07/2024 às 15:13
Salatiel de Souza e Homero Grec oficializam pré-candidaturas em Parnamirim
Evento da pré-chapa ocorrerá no Boungaville Recepções nesta segunda-feira 12
12/07/2024 às 11:55
Paulinho Freire tem condição de vitória e fará grande governo, afirma ACM Neto
Vice-presidente do União Brasil visitou RN ontem para lançamento de guia para ajudar na elaboração de planos de governo
12/07/2024 às 07:59
Câmara aprova PEC da Anistia, que reduz cota para negros nas eleições
Projeto tramitou por mais de um ano com pouquíssimo debate público e só teve oposição do PSOL e do Novo; texto segue agora para o Senado
11/07/2024 às 21:59