BUSCAR
BUSCAR
Mapa do mal
RN ocupa a 12ª posição nacional em ameaças contra magistrados
Alagoas lidera o ranking com 12 juízes sob proteção, segundo o Diagnóstico da Segurança Institucional do Poder Judiciário do Conselho Nacional de Justiça
Redação
19/09/2018 | 09:48

O Rio Grande do Norte, com três casos, ocupa a 12ª posição entre os estados brasileiros onde proporcionalmente ocorrem mais situações de ameaça contra magistrados no Brasil.

Alagoas lidera o ranking com 12 magistrados sob proteção, segundo o Diagnóstico da Segurança Institucional do Poder Judiciário, disponível na página eletrônica do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

De acordo com os dados, para cada mil magistrados que trabalham em Alagoas, 47 já estiveram sob situação de ameaça. Em números nominais, o ano de 2017 teve 12 juízes sob proteção por causa de ameaças, em Alagoas.

Roraima é o segundo estado com mais riscos para os juízes, com 43 ameaçados a cada mil. Os números de Alagoas e Roraima estão bem acima da estimativa nacional, que identificou 6 magistrados ameaçados para cada mil.

Outros Estados com índices acima do dobro da média nacional são: Tocantins (27 por mil magistrados), Rondônia (24 por mil), Acre (20 por mil), Pará (19 por mil), Amazonas (17 por mil), Paraná e Rio de Janeiro (ambos com 13 por mil).

Em números nominais, o total de magistrados ameaçados no Brasil foi de 110 em 2017. O Rio de Janeiro, por ser um dos Estados com maior número absoluto de juízes na ativa, tem também o maior número de registros, 19 no total. Na sequência estão Paraná (17), Alagoas (12) e Bahia (11).

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.