BUSCAR
BUSCAR
Câmara de Natal
Projeto de inclusão social para pessoas com deficiência é aprovado em comissão
Comissão de Direitos Humanos aprovou criação do 'Setembro Verde' para conscientizar público sobre demandas das pessoas com deficiência
Redação
27/06/2017 | 17:45

A Comissão de Direitos Humanos, Trabalho e Minorias se reuniu, na manhã desta terça-feira, 27, aprovando quatro projetos de lei. A presidente, vereadora Natália Bonavides (PT), falou sobre o andamento dos trabalhos. “A gente tem tentado alternar entre reuniões para trabalhar com as pautas de aprovação de leis e relatórios e reuniões com movimentos sociais, ouvindo denúncias e suas necessidades”, afirmou a vereadora.

De acordo com a vereadora é através dos debates com os movimentos sociais que a Comissão é alimentada para pautar projetos que busquem melhorias e o cumprimento dos direitos humanos, trabalho e minorias. “Nós fizemos um debate na Comissão sobre as pessoas trans e a dificuldade que elas têm de acessar o mercado de trabalho e através dos depoimentos criamos uma emenda no Plano Plurianual que destina para o projeto Transcidadania o valor de 2 milhões ao longo dos próximos quatro anos. A emenda foi aprovada e o projeto vai contemplar qualificação profissional, formação e educação para que o público trans possa começar a se inserir no mercado de trabalho”, explicou Natália Bonavides.

Dentre os projetos aprovados estão o 94/2016, do vereador Sandro Pimentel (PSOL), e o 42/2016, do vereador Ubaldo Fernandes (PMDB).

O vereador Sandro Pimentel falou sobre o projeto de sua autoria que institui o “Setembro Verde” que marca o mês da inclusão social da pessoa com deficiência. “Nosso objetivo é conscientizar a sociedade sobre a importância das pessoas com deficiência, sobre uma parcela da sociedade que muitas vezes é invisível aos olhos do poder público. Que nesse mês a gente possa desenvolver políticas públicas, realizar grandes eventos e trazer a consciência política e cidadã, além de mostrar que é digno a inserção dessas pessoas com deficiência na sociedade”, disse Sandro.

Sobre o projeto 42/2016 do vereador Ubaldo Fernandes, que altera a lei de taxa de exumação no município de Natal, o vereador Preto Aquino (PEN) disse que a aprovação é de suma relevância, principalmente, para a sociedade carente da cidade.

“O projeto vai beneficiar aquelas pessoas que na hora da dor precisam do município. Precisam que o município libere as taxas de sepultamento e exumação porque atualmente ele cobra as taxas mesmo o cidadão provando que não tem condições de arcar com as despesas. Com a aprovação desse projeto as famílias ficarão isentas de pagar as taxas, portanto é um Projeto muito importante para a cidade de Natal”, afirmou o vereador.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.