BUSCAR
BUSCAR
Repercussão
Procuradora do RN diz que Bolsonaro representa “volta da ditadura”
Publicação feita pela procuradora Marjorie Madruga classifica Jair Bolsonaro, presidenciável do PSL, como antidemocrático repercute nas redes sociais
Redação
18/10/2018 | 12:48

A procuradora do estado Marjorie Madruga publicou em uma de suas redes sociais um texto onde se posiciona contra a candidatura do presidenciável Jair Bolsonaro, do PSL. Na postagem, a procuradora declara que, nessas eleições, “o que está em jogo é se queremos a volta da ditadura ou a continuidade da democracia”.

No texto, que repercutiu e já foi compartilhado e replicado mais de 200 vezes, Marjorie Madruga afirma que como procuradora, nunca revelou seu voto ou manifestou publicamente apoio a nenhum partido ou candidato, mas que “calar-se neste momento sobre a candidatura de Bolsonaro e tudo que esta representa é violentar a inteireza de sua integridade e dignidade como pessoa humana”.

Ela também declara que “o desejo de ver o PT fora da cena política brasileira não pode fazer com que deixemos, indiretamente, que a ditadura reine neste país, sendo a intolerância irrestrita a rainha” e que “votar em Haddad não é ser petista, mas sim humano”.

O professor Carlos Alberto, do PSOL, candidato ao governo do RN no primeiro turno das eleições, comentou a publicação original e se disse “representado” pelas palavras das procuradora.

Veja a publicação:

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.