BUSCAR
BUSCAR
Senado
Jurandir Marinho defende mudanças no sistema tributário brasileiro
Advogado tributarista e candidato ao Senado pelo PRTB avalia que a excessiva carga de impostos do país onera a vidada população
Redação
02/10/2018 | 12:28

Candidato novato ao Senado pelo Partido Republicano Trabalhista Brasileiro (PRTB), o advogado tributarista Jurandir Freire Marinho, 61 anos, ex-prefeito por duas vezes de Canguaretama, entre 1997 e 2004, é taxativo quando o assunto são os diferentes impostos cobrados entre si pela União, estados e municípios.

Para o candidato, a cobrança desses tributos deveria cessar imediatamente, já que oneram os custos desde produtos manufaturados até commodities. “Na minha maneira de ver, a União não deveria cobrar nem IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) e IR (Imposto de Renda) dos Estados e tampouco o Estado deveria cobrar o Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) ou Imposto de Transmissão de Bens Imóveis Inter-Vivos (ITBI) sobre os municípios”, resume o candidato.

Segundo ele, só essa medida faria com que uma infinidade de custos pagos via os impostos pela população caíssem pela metade, aliviando os cofres desses diferentes entes. “Um carro de polícia que custasse R$ 140 mil, por exemplo, cairia para R$ 70 mil e até a gasolina sairia da refinaria muito mais barata para o consumidor”, sustenta Jurandir.

É a primeira vez que o advogado, que se proclama um soldado do “Capitão Jair Bolsonaro”, concorre Senado Federal. “Tudo que o Bolsonaro diz eu fecho com ele, tanto em relação à saúde, educação, como e principalmente segurança pública”, afirma o candidato.

Com a descontinuidade da tributação trocada entre União, Estados e Municípios, Jurandir espera ser possível que os serviços públicos aumentem para população em quantidade e qualidade. “Não tem como, o governo cobrar mais impostos do povo de quem já arranca as tripas”, afirma.

Segundo o candidato, quando o governo no passado cobrava do povo o equivalente a 18% do PIB em tributos, a situação dos serviços públicos era infinitamente melhor. “Hoje, cobra 40% e os serviços são uma porcaria”, dispara o candidato.

Outro ponto focal da candidatura de Jurandir, como não poderia deixar de ser, é a segurança. “Hoje, as pessoas não andam mais tranquilas nas ruas e o terror se espalha pela população. É preciso dar um basta nisso!”, proclama.

Outra questão que orienta o palanque do candidato ‘bolsonarista’ é a necessidade de uma renovação de cima a baixo nos atuais representantes das casas legislativas. “Tem que renovar todo mundo – afirma -, substituir e por gente nova no lugar”.

E finaliza com um raciocínio simples: “Pior do que já está não vai ficar”.

Sobre as polêmica sobre as posições de Jair Bolsonaro em relação a mulheres e gays, Jurandir Freire Marinho minimiza: “Tudo para denegrir o candidato”.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.