BUSCAR
BUSCAR
Eleições 2018
Fernando Haddad e Jair Bolsonaro ficam estáveis no Rio Grande do Norte
Candidato do PT, Fernando Haddad, está com 45,96% , enquanto o do PSL, Jair Bolsonaro, tem 35,39%; afirmam que não votam em nenhum dos dois 13,76%, enquanto ainda não sabem em quem votar 4,61%
Sistema Fiern
27/10/2018 | 12:08

A última rodada da pesquisa FIERN/Certus — antes dos eleitores irem às urnas, neste domingo, na votação do segundo turno — mostra que na intenção de voto para presidente da República, no Rio Grande do Norte, o candidato do PT, Fernando Haddad, está com 45,96% , enquanto o do PSL, Jair Bolsonaro, tem 35,39%. Afirmam que não votam em nenhum dos dois 13,76%, enquanto ainda não sabem em quem votar 4,61%. Esses números são da pesquisa estimulada, na qual o pesquisador que aplica os questionários apresenta os nomes dos candidatos e as demais opções de resposta.

Em relação à rodada anterior, feita também após o início da campanha no segundo turno e divulgada no dia 15 de outubro, praticamente não houve variação nos percentuais dos dois candidatos a presidente. Fernando Haddad tinha 45,46% e, agora, está 45,96%. Jair Bolsonaro estava com 34,54% e nesta sondagem mais recente aparece com 35,39%. As variações foram inferiores a um ponto percentual, diante de uma margem de erro de três pontos para mais ou para menos.

Considerando o cálculo dos votos válidos, o candidato do PT está com 56,50%. Com isso, considerando os limites da margem de erro, ele pode ter entre 53,50 e 59,50. O candidato do PSL tem 43,50% e no limite na margem de erro pode estar com 40,50% a 46,50.

Na estratificação por grau de instrução, o percentual mais expressivo de Fernando Haddad é entre os que não sabem ler nem escrever, entre os quais ele vai a 60%, três vezes mais do que Jair Bolsonaro, que neste grupo fica com 20%. O melhor desempenho de Fernando Haddad está entre os que têm terceiro grau completo ou incompleto, entre os quais vai a 43,41% e vence Fernando Haddad, 39,02%.

Na distribuição por região geográfica, Fernando Haddad tem 63,87% no Alto Oeste, onde Bolsonaro fica com 19,35%. Jair Bolsonaro fica com 43,57% na Grande Natal, região na qual Fernando Haddad consegue 32,03%.

A pesquisa FIERN/Certus também fez a tabulação estratificada que mostra o perfil dos candidatos, segundo os números que obteve nas variáveis “sociodemográficas”.

Entre os eleitores de Jair Bolsonaro, 23,45% têm entre 45 e 59 anos; 58,32% são homens; 47,70% possuem o 2º grau completo ou incompleto; 68,34% afirmam ter renda de até três salários mínimos; 61,92% são católicos; 19,04% possuem uma relação de trabalho informal e 10,22% estão desempregados.

Entre os eleitores de Fernando Haddad, 24,38% têm entre 45 e 59 anos; 57,41% são mulheres; 43,21% concluíram ou cursaram o primeiro grau completo; 80,71% declaram remuneração de até três salários mínimos e 75,31% são católicos; 20,37% informam ter uma “atividade do lar” e 15,28% estão desempregados.

Na sondagem sobre a rejeição dos dois candidatos, 54,61% responderam que não votariam em Jair Bolsonaro de jeito nenhum. Com relação a Fernando Haddad, 44,47% disseram que não votariam nele de jeito nenhum. A maior rejeição de Bolsonaro é na região Leste, onde chega a 67,62% de eleitores que afirmam não votar nele de jeito nenhum. Enquanto isto, a maior rejeição de Fernando Haddad é na Grande Natal, com 57,08%.

A segunda pesquisa sobre o segundo turno das eleições está registrada no TSE com os números:

nº BR-05145/2018

RN-04070/2018

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.