BUSCAR
BUSCAR
Cobrança
Em audiência da CAE, José Agripino cobra repasse de R$ 2 bi do Governo Federal
Durante audiência na Comissão de Assuntos Econômicos, nesta terça, 27, senador aproveitou presença do ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, para cobrar orçamento
Redação
27/03/2018 | 15:46

Durante audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), nesta terça-feira, 27, com a presença do ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, o senador José Agripino cobrou a liberação dos R$ 2 bilhões aprovados pelo Congresso Nacional, em fevereiro, para socorrer os municípios.

“Os prefeitos cobram de nós, parlamentares, a liberação desse dinheiro, quando nós já fizemos nossa parte. Eu gostaria de saber diretamente de Vossa Excelência quando o governo irá liberar esses recursos uma vez que muitos municípios estão contando com essa ajuda”.

Padilha, que esteve na comissão para prestar esclarecimentos sobre o andamento das ações do Executivo para melhoria da agenda de produtividade e do ambiente de negócios, explicou que, para que o benefício seja liberado, é preciso dotação financeira e orçamentária.

“A orçamentária já existe. Inclusive o ministro Henrique Meirelles está tratando disso com a equipe econômica para que a liberação desse dinheiro ocorra tão logo. Se possível, ainda neste mês de março”, contou.

Ainda na CAE, Agripino também questionou sobre a construção de linhas de transmissão nos parques eólicos do RN. Ele destacou não somente o potencial de produção de energia eólica do estado como também de energia fotovoltaica e pediu mais investimento por parte do Executivo.

Ao responder Agripino, Padilha disse que o governo possui, hoje, 931 projetos de energia eólica cadastrados e que está previsto para o dia 28 de junho um leilão para a colocação de linhas de transmissão em alguns estados nordestinos.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.