BUSCAR
BUSCAR
Repercussão
Discurso anticorrupção de Deltan era modo de ganhar dinheiro, diz Jean Paul
Segundo senador petista, Dallagnol estaria reproduzindo os mesmos comportamentos que criticou, anteriormente, no ex-presidente Lula
Ana Beatriz Cordeiro
15/07/2019 | 09:52

O senador Jean Paul Prates publicou em suas redes sociais, no último domingo, 14, comentários em relação à mais recente reportagem do site The Intercept Brasil, em sua série intitulada “As mensagens secretas da Lava Jato”, e a uma matéria do jornal Folha de S.Paulo. Em um post no Instagram, o senador afirmou que as revelações feitas pelos veículos sobre o procurador Deltan Dallagol são surpreendentes e que “o discurso anticorrupção dos procuradores da Lava Jato era apenas uma maneira de ganhar dinheiro”.

“Deltan Dallagnol e seus colegas enganaram o país e fizeram pouco caso dos milhões de brasileiros que acreditaram piamente na cruzada moralista desses procuradores. A moral dos imorais é vergonhosa”, afirmou Jean Paul.

Já em outra publicação, desta vez em sua conta no Twitter, o parlamentar seguiu criticando a postura do procurador geral da República. Segundo Jean Paul, Dallagnol estaria reproduzindo os mesmos comportamentos que criticou, anteriormente, no ex-presidente Lula.

O senador potiguar alegou que “para quem acusou Lula de corrupção por receber honorários por palestras, o procurador demonstra bastante desenvoltura em tentar ‘lucrar’ com a notoriedade impulsionada pelas pirotecnias da Lava Jato, que quebraram empresas e dizimaram empregos”.

As observações de Jean Paul Prates se referem às reportagens publicadas pelos sites The Intercept Brasil e Folha de S.Paulo. Nelas, uma análise de mais uma leva de mensagens de procuradores e envolvidos na Operação Lava Jato concluiu que Deltan Dallagnol contruiu um esquema de negócios, envolvendo eventos, palestras e livros, para lucrar com a fama e os contatos obtidos através das investigações dos casos de corrupção. Nas mensagens, Dallagnol previu um lucro de R$ 400 mil com palestras e livros, para 2018. O procurador havia faturado um total de R$ 219 mil com palestras, em 2016.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.