BUSCAR
BUSCAR
Caso Lula
Decisão do STF é negação da Constituição, diz presidente do PT-RN
Presidente da sigla no estado, Júnior Souto comentou decisão do Supremo que decorreu no mandato de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta quinta-feira, 5
Redação
05/04/2018 | 18:30

O juiz federal, Sérgio Moro, decretou, nesta quinta-feira, 5, a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que é acusado pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro relacionados ao caso do Triplex no Guarujá. Pena definida é de 12 anos e um mês de prisão.

Na quarta-feira, 4, o Supremo Tribunal Federal votou e negou o habeas corpus impetrado pela defesa de Lula, esgotando, assim, as possibilidades de recorrer contra sua prisão.

O presidente do PT no Rio Grande do Norte, Júnior Souto, falou, em entrevista ao jornal Agora RN, que a “decisão do STF vai ficar como um registro histórico, como um momento de negação da Constituição brasileira”.

“Lança o país em um ambiente de insegurança e fragiliza a defesa da cidadania, a garantia dos direitos individuais, os direitos coletivos e os direitos fundamentais”, afirmou souto sobre a negativa do Supremo.

O presidente, que também é ex-deputado estadual, ainda disse que ação foi “seletiva e de um ativismo descabido do judiciário brasileiro, no sentido de preservar uma assertiva política de exclusão na disputa política de quem representa os interesses do trabalho (Lula)”.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.