BUSCAR
BUSCAR
Arena das Dunas
Coronel Azevedo é eleito presidente de CPI
Órgãos como MP Estadual e Federal e TCE poderão acompanhar investigações
Redação
01/06/2020 | 03:23

A Assembleia Legislativa instalou na última sexta-feira (29) a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai investigar o contrato do Governo do Estado com a Arena das Dunas. Por meio de videoconferência, o deputado Tomba Farias (PSDB) iniciou os trabalhos presidindo a sessão na presença dos cinco membros titulares da CPI – Sandro Pimentel (PSOL), Isolda Dantas (PT), Allyson Bezerra (SDD) e Coronel Azevedo (PSC).

Em seguida foi aberta a votação para eleição do presidente e vice-presidente da Comissão. Por unanimidade, Coronel Azevedo e Tomba Farias foram eleitos, respectivamente, presidente e vice. Já o deputado Sandro Pimentel foi indicado como relator da CPI.

Como forma de dar celeridade aos trabalhos, o presidente da Comissão requereu que órgãos como Ministério Público Estadual e Federal, Tribunal de Contas do Estado (TCE), Controladoria-Geral do Estado, Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) e o Consórcio Arena das Dunas sejam convocados a terem assento nas reuniões públicas da Comissão.

Também foi requerido que os relatórios produzidos pela Controladoria-Geral do Estado e TCE, e os documentos que embasaram esses relatórios, sejam entregues em sua integralidade à CPI.

Os membros da Comissão também requereram ao presidente da Assembleia Legislativa a disponibilização de assessores jurídicos, assessores técnicos e que toda estrutura da Casa Legislativa seja preparada e adequada para possíveis oitivas que ocorrerão durante as investigações, principalmente por causa da pandemia. A próxima reunião acontece na segunda-feira (8).

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.