BUSCAR
BUSCAR
Opinião
Clorisa diz que ajuste fiscal “penaliza lado mais frágil: o trabalhador”
Vereadora critica parte dos projetos elaborados pelo governo encaminhados para a Assembleia, como o que aumenta a alíquota de contribuição previdenciária
Redação
20/01/2018 | 17:44

A vereadora Clorisa Linhares (PSDC), do município de Grossos, criticou algumas das medidas de ajuste fiscal anunciadas pelo Governo do Estado. Na opinião da parlamentar, servidores estaduais estão sendo “penalizados” com os arrochos.

A social-democrata, que lançou pré-candidatura a governadora nas eleições de outubro, reconheceu a necessidade de medidas de contenção da crise, mas disse que as soluções que vêm sendo apresentadas “tiram da conta de quem já tem pouco: o trabalhador”.

“Lamentável ver os servidores públicos sendo penalizados por anos de má gestão e desonestidade administrativa. A lógica e a matemática não batem, mas a história vem se repetindo por anos: o lado mais frágil sofrendo e tendo nas suas próprias mãos o poder de mudar tudo isso”, destacou a vereadora.

Clorisa repudiou parte dos projetos elaborados pelo governo que foram encaminhados para apreciação da Assembleia Legislativa, como as proposições de aumento da alíquota de contribuição previdenciária de 11% para 14% e a extinção licenças-prêmio. Ela também desaprovou a demissão de servidores públicos.

“Como se não bastasse a falta de condições para se oferecer um trabalho decente e os constantes atrasos salariais de algumas classes”, emendou.

A vereadora defendeu ainda os 86 servidores efetivos da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN) que foram exonerados na quinta-feira, 18.

O governo alegou que a demissão em massa cumpriu uma determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), que entendeu que a permanência dos servidores era ilegal, já que o grupo foi efetivado sem ter prestado concurso público. “A aprovação [de uma lei estadual que fundamentou a efetivação dos funcionários] não foi de responsabilidade de tais servidores”, rebateu Clorisa.

Como alternativa às medidas, Clorisa sugeriu a cobrança de dívidas de empresas junto ao Estado e uma discussão a respeito da devolução das sobras orçamentárias dos poderes.

“Ponho-me à disposição de todos os servidores públicos para caminharmos juntos, unidos e darmos o primeiro passo para um futuro mais justo e igualitário”, finalizou a vereadora.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.