BUSCAR
BUSCAR
Eleições 2018
Carlos Eduardo a Fátima: “Está numa soberba, numa empáfia; deveria ter mais humildade”
Petista lidera as intenções de voto para o Governo do Rio Grande do Norte em todas as pesquisas registradas até o momento, mas vê o concorrente se aproximar
Redação
19/10/2018 | 14:09

O candidato do PDT ao Governo do Rio Grande do Norte, Carlos Eduardo Alves, disse que sua adversária no segundo turno, Fátima Bezerra (PT), “deveria ter mais humildade”. A petista lidera as intenções de voto em todas as pesquisas registradas até o momento, mas vê o concorrente se aproximar. Nesta quinta-feira, 18, em debate na TV Band Natal, a senadora fez duras críticas ao oponente.

“A candidata está numa soberba, numa empáfia; ela deveria ter mais humildade e se ater à discussão”, disse Carlos Eduardo ao responder à adversária durante um questionamento no debate.

Leia mais sobre o debate

Fátima Bezerra e Carlos Eduardo se acusam e discutem propostas em debate na TV

“Você é um menino mimado, não sabe o que é seca”, diz Fátima a Carlos Eduardo

Carlos Eduardo diz que não aumentou passagens em Natal, apenas seguiu conselho

A petista voltou a acusar o ex-prefeito de Natal de disseminar notícias falsas (fake news) a seu respeito. Ela citou a divulgação de uma propaganda eleitoral em que a campanha adversária a acusava de ter se omitido na discussão sobre a regulamentação da vaquejada, tradicional prática do interior do Nordeste.

“Você não fica constrangido de basear sua campanha em fake news? Que coisa feia. Você está imitando seu candidato a nível nacional [presidenciável Jair Bolsonaro, do PSL]? Em vez de proposta, é notícia mentirosa?”, questionou a petista, que registrou decisão da Justiça que determinou que Carlos Eduardo retire a propaganda do ar.

O pedetista negou a propagação de fake news. “A senhora faltou a duas sessões [do Congresso Nacional] em que estava sendo votada a questão da vaquejada. Como a senhora se omitiu, a conclusão foi de que a senhora é contra e não tem coragem de assumir as suas posições”, disse.

Fátima rebateu a acusação e lembrou que votou para que a vaquejada fosse reconhecida como patrimônio cultural imaterial do País. “Me posicionei. Tanto é que a Justiça mandou tirar a propaganda”, emendou. A petista acrescentou outra fake news supostamente disseminada pela campanha adversária, a de que ela não teria agido na instalação de unidades de escolas técnicas federais no Rio Grande do Norte, e sim a ex-senadora Rosalba Ciarlini, hoje prefeita de Mossoró e aliada de Carlos Eduardo.

“A senhora tem usado as escolas técnicas de uma forma eleitoreira. Isso foi uma política nacional, que foi para todos os estados, inclusive o Rio Grande do Norte”, frisou o candidato do PDT.

Fátima, por sua vez, destacou avanços na área promovidos pelos governos dos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff, como a expansão do ensino profissionalizante. “Fui relatora do Fundeb, o que garantiu o Pró-Infância e o piso nacional do magistério. Fizemos uma revolução do saber, trazendo 19 IFRNs para o Estado. Os estudantes sabem do papel decisivo que eu tive para trazer um por um”, salientou.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.