BUSCAR
BUSCAR
Poder
Benes Leocádio renuncia à Presidência da Federação dos Municípios do RN
Primeiro vice-presidente, José Leonardo Cassimiro, atual prefeito de São Paulo do Potengi, passa a ser responsável pela entidade municipalista
Redação
07/04/2018 | 10:27
O ex-prefeito de Lajes, Benes Leocádio, renunciou ao cargo de presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (FEMURN). O primeiro vice-presidente, José Leonardo Cassimiro, atual prefeito de São Paulo do Potengi, assume a entidade municipalista.
A renúncia publicada na edição deste sábado, 7, do Diário Oficial dos Municípios. A cerimônia de posse de José Leonardo, mais conhecido como “Naldinho”, deverá ocorrer na próxima semana.
Benes Leocádio deixou a Femurn para disputar as eleições deste ano. De acordo com o regimento interno da entidade, ele não poderia participar da campanha eleitoral e exercer, simultaneamente, a posição do órgão colegiado.
“A confiança e o desejo de fazermos mais pelos nossos municípios, nos uniu. Agradeço a parceria com todos que integram a diretoria da FEMURN, celebrando conquistas”, afirmou Benes.
O novo Presidente da Federação prometeu dar continuidade aos trabalhos de defesa municipalista. “Vamos dar continuidade ao trabalho desenvolvido por ele e fortalecer a FEMURN, garantindo conquistas para nossas cidades, especialmente neste momento tão difícil, que nós prefeitos sabemos o que enfrentamos”, afirmou.
Atualmente, Naldinho exerce pela terceira vez o cargo de Prefeito de São Paulo do Potengi, município da região agreste potiguar. Também já foi prefeito nas gestões de 2005-2008 e 2012-2016. Ele também já foi vereador no município entre os anos de 1993 e 1996.
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.