BUSCAR
BUSCAR
Segurança
Termo de cooperação autoriza forças policiais do RN a agirem no enfrentamento a facções
Secretário diz que ter uma cadeira na Regional Nordeste vai auxiliar no combate ao crime organizado
Redação
16/01/2020 | 05:33

A portaria do Ministério da Justiça e da Segurança Pública publicada na última terça-feira, 14, que estabelece uma parceria entre a Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Norte e a Polícia Federal vai intensificar as ações de combate à criminalidade em território potiguar, mas também servirá para fortalecer o termo de cooperação já existente que autoriza a realização de operações conjuntas envolvendo as forças policiais do RN.

O objetivo da parceria, segundo o secretário da Segurança Pública do RN, coronel Francisco Araújo Silva, é priorizar ações de enfrentamento à criminalidade, como por exemplo o combate às facções que agem no Estado.

Recentemente, segundo Araújo, foi assinado um termo de cooperação entre os governos do Ceará e do Rio Grande do Norte com o Ministério da Justiça, “que nos autoriza a participar, efetivamente, do Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública – Regional Nordeste (CIISP-RNordeste), que fica na cidade de Fortaleza”.

O Centro Integrado, ainda de acordo com o secretário, é responsável por apoiar ações de inteligência e pela integração de todas as forças de segurança pública do Nordeste, como são as polícias Civil e Militar, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal, Polícia Penal, Corpo de Bombeiros e polícias técnicas, como é o caso do Itep, no Rio Grande do Norte.

“Ter uma cadeira na Regional Nordeste vai nos possibilitar traçar estratégias ainda mais eficazes contra o crime organizado. E isso é muito importante para as ações que estamos desenvolvendo no Estado”, ressaltou o secretário.

Como exemplo de ações conjuntas, Araújo citou um trabalho de inteligência que vem sendo realizado em parceria com as policiais de todo o Nordeste, principalmente os que fazem divisa com o Rio Grande do Norte, como Paraíba e Ceará, que enfrentam a atuação de facções que vêm agindo em várias cidades, causando muitas mortes em razão da disputa por território e o controle do comércio ilegal de drogas.

A portaria que detalha a parceria entre a Sesed e a PF foi publicada no Diário Oficial da União de terça-feira, 14. O documento é assinado pelo ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública) e estipula a disponibilidade do emprego da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), entidade ligada ao ministério, em apoio à Superintendência Regional de Polícia Federal no RN.

O objetivo da medida é permitir maior integração e troca de informações entre as instituições de segurança pública.

No Rio Grande do Norte, segundo o Ministério da Justiça, será designado um gerente de operações local para desempenhar as atribuições para integração do Estado no Centro Integrado de Comando e Controle Nacional.

A operação da parceria terá o apoio logístico da Polícia Federal no RN, que deverá dispor da infraestrutura para o serviço. O número de pessoas que será deslocado para atuar no Rio Grande do Norte obedecerá ao planejamento do Ministério da Justiça, que já está em atuação.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.