BUSCAR
BUSCAR
Em Natal
Suspeito de corromper testemunhas de assassinato de hoteleiro é preso
Em 7 de Junho de 2016, o hoteleiro Ademar Miranda Neto, de 58 anos, foi morto a tiros na avenida Engenheiro Roberto Freire, no bairro de Ponta Negra
Redação
29/03/2018 | 10:52

Policiais Civis da Divisão Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) prenderam, nesta quarta-feira (28), Tarcísio José Ribeiro de Lara Andrade Júnior, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva. Segundo investigações da Divisão, Tarcísio junto com seu irmão Antônio Ribeiro de Andrade Neto, teriam corrompido testemunhas que atualmente estão presas no presídio de Alcaçuz, para que elas mentissem no inquérito policial que apura os executores da morte do hoteleiro Ademar Miranda Neto, de 58 anos, em 7 de Junho de 2016. Os irmãos Tarcísio e Antônio foram indiciados por Corrupção de Testemunhas.

Relembre o caso

Em 7 de Junho de 2016, o hoteleiro Ademar Miranda Neto, de 58 anos, foi morto a tiros na avenida Engenheiro Roberto Freire, no bairro de Ponta Negra, quando dois homens que estavam em uma motocicleta efetuaram disparos de arma de fogo contra ele. Pelo crime, a Polícia indiciou Martha Renatta Borsatto, ex-mulher de Ademar, como mentora intelectual do homicídio, e Antônio Ribeiro Neto, até então namorado de Martha Renatta.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.