BUSCAR
BUSCAR
Violência

Polícia Civil realiza investigação sobre linchamentos registrados

Corporação apura duas mortes por espancamento ocorridas nas zonas Oeste e Leste da capital potiguar; uma terceira tentativa de linchamento foi registrada em Parnamirim
Redação
16/10/2018 | 09:29

A Divisão Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa da Polícia Civil (DHPP) deu início às investigações para apurar os fatos de dois linchamentos ocorridos na última semana. Um terceiro caso de agressão por populares também está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) de Parnamirim.

O primeiro caso foi registrado no bairro da Ribeira, na última quinta-feira, 11. Arlindo Pereira do Nascimento Neto, de 38 anos, tentou assaltar um ônibus e acabou capturado pela população, que o espancou até a morte.

Assaltante de ônibus é morto por populares na Rocas 1

O segundo caso aconteceu no dia seguinte, na sexta-feira, 12. Mateus Miranda do Nascimento, de 18 anos, realizava manobras com uma moto, quando perdeu o controle e atropelou uma criança de um ano e meio. Populares também o agrediram até a morte. O menor também acabou morrendo no local.

O terceiro caso aconteceu na Avenida Maria Lacerda, em Nova Parnamirim, no último sábado, 13. Um homem suspeito de tentativa de estupro foi agredido pelos populares. A polícia, entretanto, chegou a tempo ao local e encaminhou o homem para uma unidade hospitalar.

A Polícia Civil informou em nota que, para o prosseguimento das investigações, o crime registrado no bairro de Nazaré terá condução da delegada Andreia Oliveira, e a ocorrência no bairro da Ribeira será conduzida pelo delegado Matheus Trindade, ambos da DHPP. As agressões ao suspeito de estupro estão sendo conduzidas pela Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) de Parnamirim.

O criminólogo e especialista em segurança pública Ivênio Hermes declarou que esse senso de justiça por parte da população surge da falta de punição. “O linchamento é fruto direto da ausência do Estado em punir e coibir o crime ou não sendo célere nessa ação, levando o cidadão a se sentir abandonado por aqueles que deveriam lhe proporcionar a segurança, e despertando nele o senso de justiça que não percebe no Estado”, explicou.

A socióloga Zeneide Bosco explicou que estamos vivenciando níveis elevados de intolerância e que discursos de ódio estão sendo mais tolerados. “As pessoas não veem mais o Estado enquanto provedor de segurança e tentam fazer justiça com as próprias mãos, tanto que facilmente se proliferaram discursos de ódio pelo País. Neste caso, foram pessoas que, de alguma forma, cometeram um crime, o que causa indignação na sociedade”, finalizou.

PF indicia Juscelino Filho sob suspeita de corrupção e organização criminosa
Além disso, ministro é suspeito de lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e fraude em licitação
13/06/2024 às 08:17
Polícia Civil prende mulher condenada por tentativa de homicídio no RJ; prisão aconteceu em Campo Redondo
Prisão ocorreu em decorrência de uma sentença expedida pelo TJRJ
12/06/2024 às 15:55
Operação no RN e mais 3 estados prende ‘casal do tráfico’, bloqueia R$ 35 milhões e apreende imóveis e outros itens de luxo
Investigações foram iniciadas há 6 meses e apuram tráfico de drogas e outros crimes
04/06/2024 às 08:15
ROCAM prende homem por tráfico de drogas no bairro da Redinha
Na abordagem, foram encontradas 09 porções de crack, dinheiro e embalagens para drogas
01/06/2024 às 17:38
Polícia Militar prende dois homens por porte ilegal de arma de fogo na rodovia que liga a cidade de Rafael Godeiro/RN à BR 226
Foram encontradas duas armas de fogo, além de 55 munições calibre 9mm em posse da dupla
01/06/2024 às 16:56
VÍDEO: câmeras corporais capturam o momento em que um policial militar dispara e mata idoso inocente em SP
Disparo fatal foi feito de dentro de viatura da Polícia Militar; especialistas apontam erro de procedimento
01/06/2024 às 13:51
Ciclista morre atropelado e outro fica ferido na BR-110
O veículo suspeito, um Gol de cor vermelha, fugiu do local sem prestar socorro às vítimas
26/05/2024 às 11:50
Mulher é assassinada dentro de casa em Mossoró
Testemunhas relataram que, durante uma reunião familiar, um homem sacou uma arma e disparou contra a vítima
26/05/2024 às 11:41
7 acusados viram réus por abertura de esmalterias no RN com dinheiro do crime
A denúncia é fruto da operação Grammer, deflagrada em abril deste ano. Agora considerados réus, os denunciados responderão a uma ação penal
25/05/2024 às 10:18
Justiça dá 30 dias para nomeação de novos policiais civis no Estado
Os candidatos a serem nomeados são 20 delegados, 64 agentes e 71 escrivães
25/05/2024 às 09:12
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.