BUSCAR
BUSCAR
Surpresa
PM faz doação de alimentos para crianças que vivenciaram tragédia em 2016
Em novembro, o pai delas foi assassinado dentro de casa, sendo que sete dos 11 filhos presenciaram tudo; principal suspeita foi a própria mãe das crianças
Redação
26/12/2016 | 17:31

Neste domingo (25), no entanto, os policiais do 3º Distrito de Polícia Rodoviária Estadual (3º DPRE) resolveram levar um pouco de alegria para essas crianças. No dia de Natal, eles se juntaram e fizeram uma doação de alimentos para os jovens, que atualmente estão sob cuidados da avó e de algumas tias.

“Foi um crime que chocou bastante toda a população da nossa cidade. Fomos lá saber como estava a situação delas e resolvemos fazer uma feita em um supermercado para entrar os alimentos para a família”, contou o cabo Luciano Leal.

Morando em um dos bairros mais carentes de Caicó – o João Paulo II – as crianças não esconderam a felicidade com a doação. “Elas ficaram muito alegres. Nos agradeceram muito. Lá é uma região de extrema pobreza e poder ajudar crianças nessa situação, ainda mais depois do que elas passaram, é muito gratificante”, concluiu o cabo Leal.

O período do Natal, inclusive, foi de muitas boas ações por parte da Polícia Militar do Rio Grande do Norte. Foram registradas ações sociais em diversas cidades do Estado, como Mossoró, Baraúna, Rodolfo Fernandes e Pau dos Ferros.

O ano de 2016 foi especialmente complicado para 11 crianças residentes no bairro João Paulo II, na cidade de Caicó, região Seridó do Rio Grande do Norte. Em novembro, o pai delas foi assassinado dentro de casa, sendo que sete das 11 crianças presenciaram tudo. A principal suspeita do crime, a própria esposa da vítima (mãe das 11 crianças) fugiu logo após cometer o homicídio e até hoje não foi encontrada.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.