Coluna
Notas e informes: Resposta do Nordeste
Por Redação - Publicado em 26/03/2020 às 00:30
Publicidade
O s governadores dos nove estados da região Nordeste aprovaram nesta quarta-feira uma carta na qual se dizem “frustrados” com a agressividade do presidente Jair Bolsonaro em pronunciamento feito na véspera, cobram do presidente uma coordenação nacional no enfrentamento dos efeitos econômicos do coronavírus, defendem a união no combate à doença e refutam disputas políticas neste momento de crise.

“Agressões e brigas não salvarão o país. O Brasil precisa de responsabilidade e serenidade para encontrar soluções equilibradas”, diz a carta.

Domiciliar

O ministro Rogério Schietti, do STJ, concedeu ontem prisão domiciliar temporária ao ex-senador pelo Distrito Federal Luiz Estevão, condenado a 26 anos de prisão por desvio de recursos das obras de construção do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de São Paulo.

Grupo de risco

Atendeu a um pedido da defesa, que pediu para que o exparlamentar deixasse a Papuda, onde cumpre pena, em função da pandemia do novo coronavírus. Com 70 anos, Estevão faz parte do grupo de risco para a pandemia.

Avaliação de Bolsonaro I

Um levantamento realizado pela Quaest Consultoria e Pesquisa entre os dias 19 e 23 de março mostra piora na avaliação do governo Jair Bolsonaro desde o início da crise da Covid-19.

Avaliação de Bolsonaro II

Segundo a pesquisa, o número de eleitores que considera a atual administração negativa subiu de 35% no início do mês para 40%. O índice de regular foi de 34% para 29%. Mesmo assim a avaliação positiva do governo permanece estável, oscilou negativamente de 30% para 28%, na margem de erro.

Retomada gradual

A equipe econômica trabalha com a possibilidade de retomada gradual da quarentena a partir de 7 abril. O prazo se baseia na data inicial de fi m do isolamento imposto pelo Estado de São Paulo. A previsão de retomada das atividades pelos assessores de Guedes coincide com o período de pico da transmissão do vírus, segundo o Ministério da Saúde.

Pausa nas dívidas

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), proferiu novas decisões para suspender dívidas dos estados da Bahia, Maranhão e do Paraná com o governo federal por seis meses. Com a medida, os estados deverão utilizar os recursos exclusivamente na área da saúde.

FGTS

Cerca de 36 milhões de trabalhadores com direito ao saque imediato de até R$ 998 do FGTS ainda não retiraram o dinheiro do fundo. O prazo final para o saque está mantido em 31 de março.

Publicidade
Publicidade