BUSCAR
BUSCAR
Dados
Violência na Síria diminui após início de acordo liderado pela Rússia
Acordo para criar “zonas de segurança” nas principais áreas de conflito no oeste da Síria teve início à meia-noite
Agência Reuters
06/05/2017 | 13:00

A luta entre rebeldes sírios e forças do governo diminuiu hoje (6), quando um esforço liderado pela Rússia para fortalecer um cessar-fogo entrou em vigor, embora as batalhas continuassem em uma linha de frente importante perto de Hama, disse um comandante rebelde e monitor de guerra. As informações são da Agência Reuters

O acordo para criar “zonas de segurança” nas principais áreas de conflito no oeste da Síria teve início à meia-noite. O acordo foi proposto pela Rússia, o aliado mais poderoso do presidente Bashar al-Assad, com o apoio da Turquia, que apoia a oposição. O Irã, outro grande aliado de Assad, também o apoiou.

Grupos políticos e armados de oposição rejeitaram a proposta, dizendo que a Rússia não quis ou não conseguiu que Assad e seus aliados da milícia apoiados pelo Irã respeitassem o cessar-fogo passado. O governo sírio disse que apoiou a proposta, mas que continuará a lutar contra o que chamou de grupos terroristas em todo o país.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos disse que houve uma redução nos combates na Síria desde que o acordo entrou em vigor, mas advertiu que era muito cedo para dizer se isso duraria. “A redução da violência deve ser clara e duradoura”, disse o diretor do Observatório, Rami Abdulrahman.

O comandante rebelde disse que o nível geral de violência foi reduzido, mas acrescentou que “tentativas do regime [para avançar] no campo Hama continuam”.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.