BUSCAR
BUSCAR
Venezuela completa 100 dias de protesto contra Maduro com líder opositor fora da cadeia
Saída de Leopoldo López da penitenciária para prisão domiciliar pode permitir o início de negociações que afrouxem a crise política no país
Agência Estado
09/07/2017 | 17:45

A Venezuela completa 100 dias de protestos contra o presidente Nicolás Maduro neste domingo, 09, que já deixaram 91 mortos, e o cenário é de incertezas. A saída do líder opositor Leopoldo López da penitenciária para prisão domiciliar pode abrir as portas para uma negociação que afrouxe a crise política no país.

“100 dias e sigo em rebeldia contra a tirania”, dizia o cartaz de um dos mais de 2 mil manifestantes que se concentraram em Caracas, trajando camisetas com o rosto de López.

Símbolo dos opositores presos, ele foi para o regime domiciliar na véspera após passar três anos e cinco meses na prisão. A oposição não se deu por satisfeita e convocou novas marchas até alcançar “a liberdade plena do país”.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.