BUSCAR
BUSCAR
Decisão polêmica
Primeiro-ministro de Israel chama abstenção dos EUA na ONU de ‘vergonhosa’
Aliados próximos de Israel, americanos não votaram e permitiram resolução das Nações Unidas que exigem fim de assentamentos israelenses
AE
24/12/2016 | 17:39

O primeiro-ministro de Israel criticou o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, acusando-o de uma ação “vergonhosa” na Organização das Nações Unidas (ONU) sobre os assentamentos na Cisjordânia, e disse que está ansioso para trabalhar com seu “amigo”, o presidente eleito Donald Trump.

Benjamin Netanyahu disse neste sábado que Israel rejeita a resolução “delirante” da ONU que exige o fim dos assentamentos israelenses. A decisão passou depois que os EUA, o aliado mais próximo de Israel, se abstiveram de votar.

A abstenção representa uma ruptura na postura histórica dos Estados Unidos. Apesar de se opor aos assentamentos, o país tem tradicionalmente usado seu poder de veto como um membro permanente do Conselho de Segurança para bloquear tais resoluções.

“A administração Obama conduziu uma vergonhosa emboscada anti-Israel na ONU”, disse Netanyahu. Ele afirmou que teve conversas com líderes norte-americanos que prometeram agir para reverter a resolução.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.