BUSCAR
BUSCAR
Discurso
Para lembrar: As frases mais famosas do ativista americano Martin Luther King
King foi assassinado no dia 4 de abril de 1968, há 50 anos, alvo de um disparo quando se encontrava no balcão do quarto de um hotel em Memphis, Tennessee
Estadão
04/04/2018 | 11:36

Martin Luther King foi assassinado no dia 4 de abril de 1968, há 50 anos, alvo de um disparo quando se encontrava no balcão do quarto de um hotel em Memphis, Tennessee. Confira abaixo alguns trechos dos discursos mais memoráveis do líder dos direitos civis dos EUA conhecido por sua grande retórica.

23 de agosto de 1968, na Marcha de Washington pelo Trabalho e pela Liberdade

“Eu tenho um sonho: que meus quatro filhos um dia viverão em uma nação onde não serão julgados pela cor de sua pele, e sim por seu caráter.”

30 de abril de 1967, na Igreja de Riverside, em Nova York

“Eu me oponho à Guerra do Vietnã porque amo os EUA. Eu me pronuncio contra esta guerra, não com revolta, e sim com angústia e tristeza em meu coração, e principalmente com um desejo apaixonado de ver nosso querido país continuar sendo o exemplo moral do mundo. Falo contra esta guerra porque estou decepcionado com os EUA, e não pode haver uma grande decepção quando não há um grande amor.”

4 de fevereiro de 1968, na Igreja Batista Ebenezer, em Atlanta, Geórgia

“Todos nós temos o instinto maior do rufar dos tambores (…). A grande questão da vida é domar este instinto. É um bom instinto, se você não distorcê-lo e pervertê-lo. Não desista. Continue sentindo a necessidade de ser importante (…). Mas quero que você seja o primeiro no amor. Quero que você seja o primeiro em retidão moral. Quero que você seja o primeiro em generosidade.”

Livro Strength to Love, de 1963

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.