BUSCAR
BUSCAR
Crueldade
Jogadores são expulsos de clube na Venezuela por maltratarem um gato
Clube já informou que o gato segue vivo e que eles usarão 'todos os mecanismos possíveis para fazer algo mais pelo ser vivo afetado'
Redação
04/04/2018 | 19:30

Dois jogadores foram expulsos do Zulia FC, um clube da primeira divisão da Venezuela, por maus-tratos a um gato. Imagens postadas nas redes sociais mostram David Barreto, volante da equipe, girando o felino pelo rabo e o atirando pela janela de um prédio de pelo menos dois andares.

Pelas imagens dá para ver que o animal se machucou, mas não veio a falecer. O clube já informou que o gato segue vivo e que eles usarão “todos os mecanismos possíveis para fazer algo mais pelo ser vivo afetado”.

Além de Barreto, Eduin Quero, zagueiro, também foi expulso por publicar as imagens na internet. A equipe divulgou nota oficial ainda na segunda-feira e condenou os dois jogadores pelos maus-tratos. “Por violar o regimento interno do clube e realizar ações que vão contra os valores fundamentais desta instituição”. Ainda, a equipe disse que os atletas vão passar por uma avaliação psicológica.

Depois que as imagens se tornaram virais, Quero fechou a conta da rede social (@eduinquero) onde publicou as imagens de seu parceiro jogando um pequeno gato branco no ar. Como se fosse uma pequena sequência humorística, Barrero aparece em uma das primeiras fotografias segurando o felino pela cauda, em outra publicação tomando impulso e, na última, o felino aparece voando pelo ar.

 

 

Fonte: Esporte Fera

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.