BUSCAR
BUSCAR
Austrália
Garota é obrigada a se casar após família trocá-la por colar de ouro
Ao responder “sim”, o Imã a declara esposa de Mohammad Shakir, 35 anos (atualmente), e ainda ressalta que ela terá de “obedecer” ao marido
Por Redação
23/05/2017 | 19:49

O filme da bizarra cerimônia, liberado ao público pela Justiça australiana somente hoje, exposto inicialmente pela emissora do país 7 News Sydney, mostra a adolescente em uma pequena sala situada na parte de trás da mesquita – templo dos muçulmanos –, à espera do sujeito que ela havia conhecido há poucos dias.

No decorrer do vídeo, o líder espiritual da mesquita, Imã Ibrahim Omerdic, 61, responsável por casar os dois, pergunta à jovem se ela aceita viver junto ao homem adulto, “de acordo com as regras do Islã”.

Ao responder “sim”, o Imã a declara esposa de Mohammad Shakir, 35 anos (atualmente), e ainda ressalta que ela terá de “obedecer” ao marido – deixando subentendido a obrigatoriedade da relação sexual.

e57q5

Conforme a emissora australiana, os pais ofereceram a garota a Shakir em troca de um colar de ouro avaliado em 1.480 dólares.

A polícia achou a gravação no telefone celular do sujeito, que passou seis meses na prisão, aguardando o processo judicial, adiado novamente para setembro deste ano.

Além dele, Ibrahim Omerdic, acusado de realizar o casamento forçado, está preso desde novembro.

“Ele foi demitido depois que ele foi preso em novembro e sua licença de casamento foi revogada.

Seu advogado disse que a defesa vai contestar se houve um casamento e se havia alguma intenção de realizar uma cerimônia de casamento”, destaca a jornalista Rachel Roberts (Independent).

 

 

Fonte: BlastingNews

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.