BUSCAR
BUSCAR
Imigração
Em apenas um dia, 3 mil migrantes são resgatados do Mar Mediterrâneo
Maioria dos resgatados seguiu para a Itália e 500 voltaram para a Líbia. Total de mortos ainda é desconhecido, mas a OIM confirma que seis corpos foram encontrados
Agência Brasil
20/05/2017 | 09:02

Quase 3 mil migrantes foram salvos em um único dia após tentar cruzar o Mar Mediterrâneo. Eles haviam deixado o norte da África e seguiam a caminho da Europa. Segundo a Organização Internacional para Migrações (OIM), parceira das Nações Unidas, vários navios ajudaram nas operações de resgate, realizadas nesta quinta-feira 18. As informações são da ONU News.

A maioria dos resgatados seguiu para a Itália e 500 voltaram para a Líbia. O total de mortos ainda é desconhecido, mas a OIM confirma que seis corpos foram encontrados na costa marítima líbia. Uma outra rota bastante usada por quem busca refúgio na Europa é o trajeto entre a Turquia e a Grécia. A agência afirma que, entre janeiro e abril, mais de 5 mil migrantes cruzaram o Mar Egeu, que separa os dois países, sendo a maioria sírios e iraquianos.

HAITIANOS
Em Genebra, o porta-voz da OIM, Joel Millman, explicou que a Turquia continua sendo uma “válvula de escape” dos conflitos sírio e iraquiano, além dos corredores na região do Curdistão, o que faz bastante sentido.

Segundo o porta-voz, cidadãos de outros países tentam acessar a Turquia para de lá, seguirem viagem até a Grécia, incluindo haitianos e dominicanos, o que tem sido motivo de surpresa explicou.

No mundo todo, a OIM já registrou as mortes de 1,9 mil migrantes no mar este ano, sendo que dois-terços delas ocorreram no Mediterrâneo.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.