BUSCAR
BUSCAR
Internacional
Avião se parte em dois durante pouso na Índia e deixa ao menos 16 mortos
Mais de 100 pessoas foram levadas ao hospital
CNN Brasil
07/08/2020 | 16:07

Um Boeing 737 se partiu em dois durante pouso no aeroporto de Calicute, na Índia, nesta sexta-feira (7). De acordo com as informações preliminares das autoridades locais, há pelo menos 16 mortos, entre eles os dois pilotos — além de quatro pessoas presas nas ferragens. Mais de 100 pessoas foram levadas ao hospital.

Segundo o inspetor geral da Força Central de Segurança Industrial, CV Anand, há 46 pessoas gravemente feridas, acrescentando que o trabalho de evacuação do avião terminou. 

Um porta-voz da companhia Air India Express afirmou que há “muitos feridos”. A aeronave, que havia decolado do aeroporto de Dubai, carregava um total de 191 pessoas — sendo 174 passageiros, 10 crianças, dois pilotos e cinco tripulantes.

O voo era operado pelo governo do país em uma missão de repatriação de indianos em razão das restrições de viagem internacional provocadas pela pandemia do novo coronavírus.

De acordo com a Direção Geral de Aviação Civil do país, a aeronave derrapou na pista durante o pouso sob “forte chuva” no aeroporto internacional Kozhikode por volta das 19h40 (horário local). Em nota, a agência afirmou que, após a aterrissagem, a aeronave deslizou até cair em um vale e sua fuselagem se partiu em duas. O resgate dos passageiros é feito sob chuva.

“O voo IX1344 da Air India Express operado pela aeronave B737 de Dubai para Calicute ultrapassou a pista de Kozhikode às 1941 horas da noite. Nenhum incêndio foi relatado no momento do pouso. Existem 174 passageiros, 10 crianças, 2 pilotos e 5 tripulantes a bordo do avião. Conforme os relatórios iniciais, as operações de resgate estão em andamento e os passageiros estão send levados ao hospital para atendimento médico”, diz um comunicado do Ministério da Aviação. 

Pinarayi Vijayan, ministro chefe do estado de Kerala disse que pediu “medidas urgentes” à polícia e aos bombeiros. “Instruí a Polícia e a Força de Bombeiros a tomar medidas urgentes após o acidente de avião no aeroporto Kozhikode International (CCJ) em Karipur [onde fica o aeroporto]. Também orientei os funcionários a tomar as providências necessárias para resgate e apoio médico”, escreveu, no Twitter.

O ministro de Relações Exteriores Subrahmanyam Jaishankar também se manifestou. “Profundamente angustiado ao ouvir sobre a tragédia do Air India Express em Kozhikode. As orações estão com as famílias enlutadas e os feridos. Estamos verificando mais detalhes”, disse. 

O premiê Narendra Modi expressou sua tristeza pelo acidente no Twitter. “Meus pensamentos estão com aqueles que perderam seus entes queridos. Que os feridos se recuperem o mais cedo possível. Falei com Kerala CM @vijayanpinarayi sobre a situação. As autoridades estão no local, prestando toda a assistência aos afetados”, disse.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.