BUSCAR
BUSCAR
Repercussão
Agência de direitos humanos da ONU condena assassinato de candidato em Goiás
“Condenamos a morte do candidato e confiamos numa rápida apuração dos motivos e as responsabilidades por trás do ataque”, disse representante do Acnudh
Redação
30/09/2016 | 17:19

O escritório regional para América do Sul do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (Acnudh) condenou hoje (30) o ataque a tiros que causou a morte de José Gomes da Rocha, candidato a prefeito de Itumbiara, em Goiás. No atentado ocorrido na quarta-feira (28), durante a campanha eleitoral, o vice-governador e secretário de Segurança do estado, José Eliton de Figuerêdo Júnior, também foi baleado.

“Condenamos a morte do candidato e confiamos em uma rápida apuração, por parte das autoridades, dos motivos e as responsabilidades por trás do ataque”, disse o representante para América do Sul do Acnudh, Amerigo Incalcaterra.

O representante da agência da ONU considerou preocupante a série de casos de violência e ataques contra políticos e candidatos registrados durante os últimos meses em vários estados do Brasil. Ele pediu que as autoridades redobrem os esforços para garantir um clima pacífico e de respeito aos direitos humanos durante as eleições municipais de outubro no país.

“Esperamos que, durante as eleições de domingo, e também no segundo turno, prevaleça um clima de paz e respeito aos direitos humanos. Só assim é possível resguardar o direito da cidadania de escolher seus representantes e, em última instância, garantir a democracia”, disse Incalcaterra.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.