BUSCAR
BUSCAR
Levantamento
RN terá de adquirir 1,7 mil novas UTIs para casos graves de coronavírus, diz estudo
Cálculos feitos pelo Instituto de Estudos para Políticas de Saúde (Ieps) mostram que se 1% da população potiguar for infectada com covid-19, o Estado terá suprir uma demanda de mais de R$ 18 milhões com novas vagas de internação
Redação
18/03/2020 | 05:00

Caso 1% da população do Rio Grande do Norte seja infectada com covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, o custo das internações mais graves – com utilização de leitos de Unidade de Terapia Intensiva – será aproximadamente de R$ 18 milhões. O número representa cerca de 1,74 mil vagas internação.

O levantamento sobre os custos no atendimento dos casos graves de coronavírus foi feito pelo Instituto de Estudos para Políticas de Saúde (Ieps), com sede no Rio de Janeiro, que calculou o valor a ser gasto pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Entidade avaliou que o custo médio de internação em UTI por condições semelhantes em 2019 foi de R$ 11.296, segundo informações do Datasus. O levantamento considera apenas repasses federais com os procedimentos decorrentes da internação – medicamentos e materiais hospitalares –, sem contar com as despesas com médicos.

Ainda de acordo com o Ieps, cerca de 95% dos casos da infecção pelo coronavírus são leves ou médios, que, geralmente, serão tratados de forma domiciliar e não necessitam de hospitalização. No entanto, até 5% vão necessitar de suporte intensivo. Desta forma, considerando 1% da população com covid-19 e uma taxa de conversão de infecções em hospitalizações em unidades de terapia intensiva de 5%, a demanda adicional será de 1,74 mil vagas de UTI no SUS para o Rio Grande do Norte.

Com base nestes números, o estudo aponta custo total de R$ 18 milhões com atendimento do internações. Se o número de infectados chegar a 10% entre os potiguares, o custo chegaria a R$ 180 milhões.

Hoje, as unidades hospitalares – públicas, privadas e filantrópicas – dispõem de 735 de leitos de UTI no Rio Grande do Norte, segundo dados do Ministério da Saúde. Deste total, 463 são contratados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Com isso, o Rio Grande do Norte teria de quintuplicar o número de leitos público para internação grave, segundo os dados o Ieps.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.