BUSCAR
BUSCAR
Reação
PGE entra com ação na Justiça contra greve de vigilantes nos hospitais do RN
Apesar de os vigilantes estarem parados em vários setores, a ação judicial é centrada nos trabalhadores terceirizados que atuam nas unidades públicas de Saúde; caso ainda não foi julgado
Redação
03/03/2018 | 13:44

A Procuradoria-Geral do Rio Grande do Norte entrou com uma ação na 11ª Vara do Trabalho de Natal, em caráter de urgência, contra a greve dos vigilantes do Estado. A PGE entende que que a paralisação é ilegal e abusiva. Apesar de os vigilantes estarem parados em vários setores, a ação judicial é centrada nos trabalhadores terceirizados que atuam nas unidades públicas de Saúde.

O Estado ingressou com a ação contra o Sindicato dos Vigilantes do RN (Sindsegur) para garantir a prestação dos serviços nas unidades de saúde. É este sindicato que representa os trabalhadores de empresas privadas do RN, incluindo a que presta serviço terceirizado nos hospitais. O caso segue sem ser julgado.

A Procuradoria-Geral do Estado foi provocada a ingressar com a ação pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesap).

Paralisação

Em razão da greve dos vigilantes, visitas à enfermaria do Walfredo Gurgel e Giselda Trigueira foram suspensas. No momento, apenas visitas aos pacientes da UTI estão liberadas. Os agentes estão parados desde a última segunda-feira, 26. Eles afirmam que as empresas querem acabar com alguns dos direitos deles, como reduzir o valor adicional noturno, excluir horas extras e aqueles trabalhadas em feriados, excluir despesas do curso de reciclagem e retirar a obrigatoriedade do colete de balas.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.