BUSCAR
BUSCAR
Críticas
Presidente do Sinmed critica precariedade no serviço de Saúde de Extremoz
Geraldo Ferreira ressaltou que a escassez de contratos, somada aos salários defasados, desmotiva os profissionais e torna pouco atrativa a captação de novos médicos para o município.
Redação
09/07/2020 | 12:16

O presidente do Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte (Sinmed-RN), Geraldo Ferreira, fez críticas ao serviço de saúde ofertado em Extremoz, na região Metropolitana de Natal, e à precariedade das condições de trabalho dos médicos que atuam no município. As críticas aconteceram em uma reunião com a classe médica da cidade, na terça-feira (7).

O presidente do Sinmed ressaltou que a escassez de contratos, somada aos salários defasados, desmotiva os profissionais e torna pouco atrativa a captação de novos médicos para o município. “Esses contratos totalmente loucos, soltos, o não contrato e valores baixos… não tem atratividade. O que acontece? O médico foge, como está fugindo de Extremoz. Falta de treinamento, de equipamento ede proteção”, afirmou.

Na última sexta-feira (3), a Prefeitura de Extremoz decretou lockdown na cidade como medida para conter o avanço do coronavírus. O município registra, até o momento, 360 casos confirmados de Covid-19 e 17 mortes.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.