BUSCAR
BUSCAR
Saúde
Prefeitura de Natal vai distribuir 1 milhão de comprimidos de Ivermectina para população
Medicação é indicada no protocolo clínico do município como medida de prevenção ao novo coronavírus
Redação
30/06/2020 | 13:25

O prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), anunciou por meio do twitter, no começo da tarde desta terça-feira (30), que vai distribuir um milhão de comprimidos de Ivermectina para população. “Vamos iniciar um trabalho de distribuição em massa da Ivermectina, com todo o acompanhamento médico necessário”, comenta.

A publicação não detalha quando começa a distribuição nem os critérios para o recebimento da medicação. Os postos de entrega também não foram divulgados.

A Secretaria de Saúde de Natal (SMS) publicou um protocolo para orientar médicos e profissionais de saúde em geral sobre o atendimento a pacientes com Covid-19, infecção causada pelo novo coronavírus. Nele há a indicação da Ivermectina como medida de prevenção.

“Está comprovado que esse medicamento é eficaz na prevenção do coronavírus e vamos usar essa arma em nosso favor para vencer a guerra contra essa pandemia”, afirma o prefeito.

Não são citados estudos que comprovem a eficácia de nenhum dos remédios para conter a Covid-19.

O infectologista e imunologista potiguar Fernando Suassuna, entretanto, é um dos entusiastas do uso da ivermectina para a prevenção ao coronavírus, é o infectologista e imunologista potiguar Fernando Suassuna. De acordo com o médico, que vem estudando a ivermectina há alguns meses, em laboratório, a medicação, em 48h, “consegue eliminar 97% dos vírus dentro das células e 94% no sobrenadante das células. Seria uma ação efetiva e rápida”, comentou, citando estudos internacionais.

Veja a publicação:

https://twitter.com/alvarocdias/status/1277986408624533505
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.