BUSCAR
BUSCAR
Posicionamento
OMS diz que ‘não é hora’ de declarar o coronavírus como emergência global
Recurso foi usado pelas Nações Unidas apenas seis vezes nos últimos dez anos contra ebola, zika e H1N1
O Globo
23/01/2020 | 15:49

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou nesta quinta-feira (23) que “não é hora” de declarar o coronavírus como emergência global. O comitê estava reunindo desde ontem. Esta seria a sexta vez que a entidade acionou este nível de alerta mundial nos últimos dez anos, em meio à confirmação de casos da doença em diversos países e continentes.

Nas outras ocasiões, a OMS fez uso do recurso na epidemia do vírus H1N1 (2009), ao ebola na África Ocidental (2013-2016), à poliomielite (2014), ao vírus zika (2016) e ao surto de ebola na República Democrática do Congo (2019).

Além da China, incluindo Hong Kong e Macau e o território de Taiwan, reivindicado por Pequim, os casos foram registrados na Tailândia, Japão, Coreia do Sul, Singapura e Estados Unidos. Um caso suspeito foi identificado no México.

No Brasil, o Ministério da Saúde instalou um Centro de Operações de Emergência (COE) para tratar do surto. Segundo as autoridades, cinco casos suspeitos de síndromes respiratórias foram noticiados no país, mas nenhum deles se enquadrou nas definições do coronavírus chinês.

Aeroportos como o de Sydney (Austrália) e o de Heathrow, em Londres (Reino Unido) instalaram áreas de desembarque exclusivas para voos vindos de regiões afetadas pela doença. Na China, quase 1,4 mil pessoas estão sob observação e 634 pessoas tiveram infecções confirmadas pelo governo chinês. 

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.