BUSCAR
BUSCAR
Paralisação
Maiores hospitais de Natal e Parnamirim têm serviços suspensos
Cooperativa Médica do Rio Grande do Norte iniciou nesta quinta-feira, a suspensão de serviços de clínica, ortopedia e cirurgia geral nos hospitais Walfredo Gurgel e Deoclécio Marques
Redação
24/10/2019 | 10:00

A Cooperativa Médica do Rio Grande do Norte (Coopmed) iniciou nesta quinta-feira, 24, suspensão de serviços no Hospital Walfredo Gurgel, em Natal, e no Hospital Deoclécio Marques, em Parnamirim. A entidade reclama de atrasos nos pagamentos por parte da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap). Nas duas unidades estaduais de saúde a paralisação foi iniciada por volta das 7h.

Segundo a direção do Hospital Walfredo Gurgel, a paralisação atinge as áreas de clínica médica, ortopedia e cirurgia geral. Apenas 30% dos médicos escalados estão trabalhando. No Hospital Declécio Marques, a medida afeta os serviços de ortopedia.

Até o fim do dia, segundo a direção do Walfredo Gurgel, será realizada uma reunião entre a Sesap, representantes da Coopmed e da administração dos dois hospitais para discutir o impasse nos pagamentos aos médicos cooperados.

A Sesap emitiu a seguinte nota:

“A Secretaria de Estado da Saúde Pública informa que está trabalhando incessantemente para realizar o pagamento à Coopmed ainda esta semana e que, na tarde desta quinta-feira, 24, acontecerá uma reunião com a direção da cooperativa. Ressalta que o atraso se deu devido a problemas burocráticos, mas destaca que os demais compromissos com a Coopmed foram honrados dentro do prazo contratual existente”.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.